quarta-feira, 14 de Setembro de 2011 12:39h Luciano Eurides

Seleção Brasileira entra em campo hoje contra a Argentina

A seleção Brasileira de Futebol entra em campo na noite de hoje para enfrentar a seleção Argentina. Para essa partida os treinadores terão a disposição apenas jogadores que atuam em clubes do próprio país. Melhor para o Brasil, além de ter repatriado grandes nomes, como Ronaldinho Gaúcho, os clubes brasileiros conseguiram segurar jogadores importantes, por exemplo, Neymar. A partida será às 21h40min com transmissão pela TV aberta.
Para o lateral esquerdo Bruno Cortês representar o Brasil é uma felicidade. “É uma felicidade imensa estar aqui na seleção brasileira, junto com grandes jogadores presentes aqui, para mim é a realização de um sonho, sempre quis estar aqui na seleção brasileira, representar meu país, é o sonho de todo jogador e comigo não é diferente, eu vou trabalhar muito para esse sonho continuar”, falou o atleta do Botofago.


O atleta Casemiro, do São Paulo e também servindo a seleção brasileira destacou a atuação na seleção sub 20. “O Nei Franco ajudou bastante até mesmo conversando comigo no dia-a-dia, tenho certeza que a presença do Mano (Menezes) nos jogos ajudou bastante, não posso deixar de valorizar o trabalho feito no São Paulo e todos ajudaram muito, todos vêm disputando o Brasileirão isso vai der experiência para os que vieram da sub 20, com jogos importantes também”, avaliou.


A grande esperança de gols do selecionado de Mano Menezes é o atacante do Internacional, o artilheiro do Brasil na temporada, Leandro Damião. Aos 17 anos, Damião jogava no futebol amador de São Paulo. O primeiro contrato foi com o Atlético de Ibirama, de Santa Catarina. Em 2009 foi contratado pelo Inter para integrar o time "B". Em dois anos do futebol amador para maior artilheiro do Brasil.


Os Hermanos não contarão com os dois principais jogadores convocados pelo técnico Alejandro Sabella para este clássico. Depois de o meia Juan Román Riquelme, de 33 anos, ser cortado da lista definitiva, dessa vez é Juan Sebastian Verón o desfalque.


O veterano de 36 anos, que defende o Estudiantes, apresentou à seleção nesta segunda-feira, mas a comissão técnica preferiu poupá-lo, uma vez que ele vem de uma recente lesão no joelho direito. Ainda assim, não foi cortado e segue com o grupo.


Como os principais jogadores da Argentina jogam no futebol europeu e só podiam ser convocados atletas que atuassem em clubes locais, o time de Alejandro Sabella fica muito esvaziado para o Superclássico das Américas. Mauro Boselli, do Estudiantes, e Clemente Rodríguez, do Boca, são os jogadores mais conhecidos internacionalmente. A lista final de convocados da Argentina teve diversas alterações. Germán Ré, do Estudiantes, Víctor Zapata, do Vélez Sarsfield, Diego Villar, do Godoy Cruz, Diego Morales, do Tigre, e Pablo Mouche, do Boca Juniors, foram convocados. Além de Riquelme, Lisandro López, Diego Valeri, Gabriel Hauche, Rodrigo Braña e Gastón Fernández ficaram fora da convocação final da Argentina.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.