terça-feira, 10 de Junho de 2014 05:31h Atualizado em 10 de Junho de 2014 às 05:33h.

Seleção treina hoje em tempo integral

O técnico Luiz Felipe Scolari cancelou o treino da Seleção Brasileira marcado para as 9h30 desta segunda-feira, na Granja Comary, em Teresópolis.

Isso porque os jogadores se apresentaram bem na concentração, nesse domingo, após a vitória contra a Sérvia por 1 a 0, na última sexta-feira, em São Paulo.
Felipão quer treinar ainda jogadas ensaiadas e com bolas paradas, para que a seleção fique exatamente como ele espera. O atacante Fred destacou a importância desse tipo de treinamento. "Principalmente na fase decisiva de equipes fechadas, o jogo que pode ser decidido em uma bola parada tem feito a diferença em todas as competições. Eu jogo no Brasil e acompanho o futebol europeu inteiro. A gente tem que ir treinando e se preparando para buscar essa evolução também, que pode ajudar a gente. Nós vamos treinar falta, repetindo 20, 30 vezes, eu acho que é tranquilo após o coletivo."
Hoje a seleção treina em tempo integral e embarca às 20h30 para São Paulo, onde estreia contra a Croácia, na próxima quinta, às 17h, na abertura da Copa do Mundo.
Fred é daqueles jogadores que todo técnico gosta de ter no seu time. Ainda bem que quem dirige a Seleção Brasileira, gosta, e muito. Principalmente quando o centroavante em questão é um artilheiro decisivo dentro de campo e importante para o grupo com suas qualidades de amizade e liderança. “Eu sei exatamente qual é a minha responsabilidade dentro de campo. Claro que a principal função é marcar gols e, se puder, vou tentar fazer em todos os jogos, mas sem que isso vire o maior objetivo, que na verdade é tentar ser campeão. Mas tenho que ser também a referência para os meus companheiros e muitas vezes puxar um zagueiro para criar espaços para o Hulk e o Neymar”, disse.
Como jogador de dentro da área, sabe também que, em muitos momentos dos jogos, especialmente os mais complicados, será natural que os companheiros o procurem para tentar achar o caminho do gol. Como por exemplo, quando Neymar não puder decidir, ele, que Fred chama de "o grande cara da Seleção Brasileira". “Na minha posição, às vezes fico grande parte do jogo quase sem pegar na bola. Mas nos momentos em que tudo está mais difícil, com os outros jogadores muito bem marcados, é natural que o time busque aquele que está mais próximo do gol do adversário. Isso favorece o meu estilo de jogo e é melhor para mim.”
Para satisfazer a expectativa dos companheiros e dos torcedores, Fred diz que vive um momento de muita tranquilidade e amadurecimento. “Isso faz parte do crescimento, da maturidade. Passei a vida inteira sonhando em disputar uma Copa do Mundo e há algum tempo venho fazendo de tudo para dar o meu melhor para a Seleção Brasileira. Estou me sentindo muito bem dentro de campo.”
Ao analisar a Seleção Brasileira, Fred vê o time em evolução, em um processo que continuará após a estreia de quinta-feira contra a Croácia. “Há algumas coisas para serem corrigidas e vamos buscar a evolução dentro da competição”.
Fora de campo, Fred assegura que a torcida está vivendo um clima de festa positivo, o mesmo que eles tiveram a sensação de experimentar na Copa das Confederações do ano passado. “O torcedor está do lado da Seleção e tenho certeza de que na quinta-feira, na Arena Corinthians, ele vai nos dar todo o apoio e empurrar o time o tempo todo.”
Fred diz que está vivendo a ansiedade natural pela chegada da hora de enfrentar a Croácia, na quinta-feira. “Esses dias estão sendo de muita ansiedade, a gente só pensa no jogo de estreia. Na véspera, então, é pior, chego a sonhar que estou fazendo uma jogada, chutando para o gol. Tomara que a quinta-feira chegue logo.”

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.