sexta-feira, 29 de Julho de 2016 16:27h Site Oficial do Cruzeiro

Sem definir a equipe, Mano fala sobre as opções para domingo

Ainda sem definição da equipe que viaja para o litoral paulista e enfrenta o Santos no domingo, na Vila Belmiro, Mano Menezes falou sobre as possibilidades da difícil partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro

O treinador vai esperar pelo volante Henrique, que sofreu uma leve torção no treino de terça-feira e foi poupado nesta sexta e vai escolher entre Rafinha e Robinho para definir o meio-campo que vai em busca da vitória fora de casa. 

"Henrique teve entorse leve, felizmente só leve, primeiro momento pensamos que poderia ser algo mais grave pelo lance, penso que existe boa chance dele estar no jogo em Santos, mas vou esperar até amanhã e vou tomar a decisão. Se não jogar Henrique vai jogar Bruno Ramires na função sim, mantendo ideia do que fizemos nos dois primeiros treinos", disse o treinador. 

 

 

 

"Bem provável que vou optar entre Robinho e Rafinha, conversei com os dois, para fazer uma função no meio de campo, para que a equipe fique com boas opções. Mas em termos de escalação eu costumo oficializar dentro do jogo", completou. 

Outra opção já definida pelo treinador é a volta do zagueiro Manoel ao posto de titular da defesa celeste. Manoel foi o atleta de linha que mais jogou com Mano Menezes na temporada passada e tem a confiança do treinador, apesar da recente volta após a lesão.  

 

 

 

"Manoel é ideia que tenho, jogador que terminou a temporada bem, passou período de fora por lesão, é jogador que gosto, assim como do Léo. Temos de partir por uma base e prefiro partir por uma base defensiva que deixei ano passado, que sabe como gosto", falou o comandante.  

No ataque, Mano Menezes falou dos atributos dos jogadores que possui no elenco. Ele ainda não definiu as escolhas para a partida, mas julga capaz trabalhar com Willian e Ábila ao mesmo tempo, apesar dos dois possuirem características diferentes.   

 

 

"Acho possível os dois jogarem juntos, embora são os dois jogadores que temos que podem fazer a última função do ataque, que é a mais avançada. Willian com mais característica de movimentação, Ábila com mais característica de finalização, o Willian participa mais da construção e pode fazer a função de frente como fez ano passado, deixando a armação para Arrascaeta. Sóbis e Alisson podem fazer a função de construção. A diferença é esta. Um é mais de decisão, de área, de proteção e pivô e o outro tem mais versatilidade. Mas ambos podem jogar juntos, dependendo do jogo podem jogar juntos", finalizou. 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.