quinta-feira, 4 de Outubro de 2012 09:56h Gazeta do Oeste

Sem se sentir ídolo do Palmeiras, Valdivia abre mão até da 10 para jogar com Alex

Ciente de que o Palmeiras negocia a volta de Alex, Valdivia resolveu evitar qualquer tipo de confronto com o meia que acaba de rescindir com o Fenerbahce. O chileno crê que não há necessidade de comparações entre ele e o armador campeão da Libertadores de 1999 pelo clube e, se Alex ou a diretoria pedirem, abre mão da camisa 10.

“Não há razão para criar muita polêmica ou enquete se ele é mais ídolo. Nunca me considerei ídolo, e o Alex é. O Palmeiras é a casa dele”, definiu Valdivia, que conquistou pelo time um Paulista e uma Copa do Brasil, enquanto Alex foi campeão da Libertadores, da Copa do Brasil, da Mercosul e do Rio-São Paulo em suas três passagens pelo Verdão.

Histórico que vale a camisa 10 até na opinião do Mago. “Quando havia o boato de que o Ronaldinho viria, era a mesma coisa. É um fato importante usar a camisa 10, mas respeito muito a história e a trajetória do Alex aqui. E às vezes não é nem ele que pede, é a diretoria. Não estou aqui para criar confusão nem polêmica, por isso aceito.”

Para se mostrar à vontade com a possibilidade de mais um concorrente para a posição, o chileno chegou a fazer graça ao pegar o seu celular durante a entrevista coletiva e sorrir ao dizer que Alex estava te ligando. Valdivia trata o ex-jogador do Fenerbahce como um amigo.

“Sempre falei que gosto muito do Alex, do seu futebol. Sou fã dele. Quando eu tinha rede social, sempre falava com ele, conversava muito. Ele é muito amigo do Maldonado e sempre falo dele quando converso com o Maldonado. Não é Alex contra Valdivia ou Valdivia contra Alex”, afirmou, sem se incomodar nem com a concorrência.

“Não vejo problema no Palmeiras sair atrás de jogador que todos do Brasil e do mundo querem. Assim como ele, tem o Daniel (Carvalho) e o Tiago (Real) da mesma posição que eu. Será um prazer jogar ao lado dele”, projetou, alegando estar na torcida pela chegada do reforço.

“Se ele vier, será bem-vindo. É uma jogador que todos querem. Torço para que ele volte. Tomara que ele queira jogar no Palmeiras e acerte a contratação porque com certeza vai nos ajudar muito no ano que vem”, apostou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.