sexta-feira, 22 de Julho de 2011 11:51h Luciano Eurides

Simplicidade e trabalho são as armas do Galo

O retorno do volante Richarlyson foi a novidade da equipe no treinamento tático comandado pelo técnico Dorival Júnior na manhã desta quinta-feira, na Cidade do Galo. O treino deu sequência à preparação atleticana para o jogo contra o Vasco, pela 11ª rodada do Brasileirão. A partida contra a equipe carioca será disputada às 16h deste domingo, no estádio Ipatingão.O grupo volta a treinar na manhã de hoje, às 9h.


Na atividade desta manhã, o treinador repetiu a escalação do time que venceu o América, com Giovanni; Patric, Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos; Richarlyson, Serginho, Caio e Daniel Carvalho; Magno Alves e Jonatas Obina.Na segunda metade do treinamento, Dorival Júnior substituiu Caio e Daniel Carvalho por Renan Oliveira e Mancini, respectivamente.O volante Fillipe Soutto participou normalmente do treino na equipe reserva.
 

Para vencer a equipe carioca e iniciar uma recuperação na tabela, os jogadores acreditam que a equipe necessita de atenção e simplicidade. O zagueiro Leonardo Silva observa que, apesar de já ter presença garantida na próxima Copa Libertadores, o Vasco será um adversário complicado. “O Vasco foi campeão da Copa do Brasil, já está na Libertadores e está um pouco mais relaxado para o Campeonato Brasileiro, mas, de uma certa maneira, também joga um pouco mais solto. Então, temos que ter bastante atenção para não sermos surpreendidos dentro de casa”, comentou o defensor. “É uma equipe que vai procurar fazer o seu trabalho dentro do Campeonato Brasileiro e que está almejando o título, como qualquer equipe grande procura, e nós estamos tentando melhorar na competição. Por isso, temos que ter muito cuidado dentro de casa, impor nosso ritmo, fazer uma marcação bem forte e jogar na hora que tivermos a posse de bola para que a gente possa sair com a vitória”, completou Leonardo Silva.


Para o volante Richarlyson, que deverá retornar à equipe após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo, o Galo tem que atuar de maneira simples e focar apenas a conquista dos três pontos. “A gente tem que saber que, de qualquer jeito, não vamos a lugar nenhum. Nesse momento, é importante, a cada jogo, fazer o mais simples possível para readquirir a confiança. Muitas vezes, você não precisa jogar bonito e a vitória por 1 a 0 também vale três pontos”, observou o meio-campista. “Temos que colocar isso em mente e aprender a disputar o Campeonato Brasileiro, que é uma competição muito acirrada em que, nem sempre, quem joga melhor, tem mais posse de bola ou finaliza mais sai como vencedor”, concluiu Richarlyson.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.