quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011 00:00h

Solução do ataque do Cruzeiro pode estar dentro de casa

Um dos jogadores que vieram para reforçar o grupo do Cruzeiro na temporada 2011 já mostrou que tem muito a acrescentar no time celeste, logo em sua primeira oportunidade. O jovem meia Dudu foi lançado no segundo tempo do amistoso disputado domingo, contra o Uberlândia e fez uma grande exibição, premiada com um gol.O jogador curte o bom momento, depois da repercussão de sua apresentação positiva no jogo. No entanto, o atleta, que foi elogiado pelo experiente meia Roger, prefere continuar focado no trabalho. “Caiu um pouco a ficha, graças a
Deus pude entrar bem e ajudar o Cruzeiro a vencer, mas claro, não posso ficar muito ansioso com isso. Tenho que colocar a cabeça no lugar e esperar fazer boas partidas como fiz no domingo. Meu pensamento é deixar os pés no chão e continuar trabalhando forte como venho fazendo durante a semana”, disse.

Dudu, que é meia de origem, substituiu o centroavante Reis no amistoso e atuou mais avançado, formando a dupla de ataque com Thiago Ribeiro, depois com Wallyson. O jogador disse não estranhar a posição e esclareceu que já atuou dessa forma no Coritiba. “Estou bem tranquilo, lá no Coritiba o Ney Franco já me colocava nessa posição e eu estava jogando bem assim, mais avançado, como ponta-esquerda. Estou me adaptando bem”, afirmou.

O atleta, que é formado nas categorias de base estrelada, destacou uma curiosidade: os gols do Cruzeiro no amistoso foram marcados pela prata da casa, o próprio Dudu e o lateral-esquerdo Diego Renan. “Ontem eu conversei com o Diego, tivemos a felicidade de fazer os gols e o terceiro foi contra, o importante é que a base está se destacando no profissional”, completou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.