segunda-feira, 10 de Setembro de 2012 10:03h Gazeta do Oeste

STJD mantém punição de seis partidas para o Cruzeiro

Dentro de campo a punição começará a ser cumprida no próximo domingo, quando o Cruzeiro encara o Vasco, às 16h. Como a partida tem que ser fora de Belo Horizonte, a diretoria celeste optou por mandar o jogo em Varginha.

 O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou o pedido de efeito suspensivo do Cruzeiro para reaver a punição de perda de seis mando de campo pelos incidentes no clássico com o Atlético, pela última rodada do turno do Campeonato Brasileiro.

 

Com isso, o time celeste segue com a pena mantida e sem poder jogar em seus domínios pelas próximas seis partidas.

 

Já à multa de R$ 64 mil e a suspensão de 30 dias do diretor de comunicação Guilherme Mendes, o STJD concedeu o efeito suspensivo integral. Desta forma, o Cruzeiro não sofrerá o prejuízo financeiro e ainda poderá contar com os trabalhos do dirigente normalmente.

 

Em contrapartida, o diretor de futebol Alexandre Mattos e o gerente de futebol Valdir Barbosa conseguiram efeito suspensivo parcial, tendo que cumprir 15 dias de suspensão. Após este período, os dois dirigentes poderão trabalhar normalmente.

 

Dentro de campo a punição começará a ser cumprida no próximo domingo, quando o Cruzeiro encara o Vasco, às 16h. Como a partida tem que ser fora de Belo Horizonte, a diretoria celeste optou por mandar o jogo no estádio Dilzon Melo, em Varginha.

 

 

 

 

 

 

 

O TEMPO

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.