terça-feira, 7 de Agosto de 2012 09:53h Gazeta do Oeste

Sul-coreanos criticam defesa do Brasil e veem goleiro como ponto fraco

A Coreia do Sul vai explorar o sistema defensivo do Brasil para chegar à final dos Jogos Olímpicos de Londres. Pelo menos é o que afirma o jornal sul-coreano The Korea Herald, que fez uma análise da semifinal entre Brasil e Coreia do Sul, que acontece nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília).

Com o título "Coreia do Sul pretende atacar porosa defesa do Brasil", o jornal afirmou que a Seleção Brasileira é a grande favorita a ficar com o ouro olímpico este ano, mas que "não é nenhum segredo que a defesa olímpica do treinador Mano Menezes é considerada pobre". O jornal ainda critica o goleiro Gabriel, afirmando que ele é "o elo mais fraco" da defesa brasileira.

O periódico apontou que a "Coreia do Sul tem chances de causar um transtorno, já que a defesa do Brasil deixa em aberto tantas oportunidades para o crime", ressaltando que o Brasil tomou mais gols nos Jogos (cinco) que todos os outros semifinalistas juntos (Coreia do Sul, Japão e México somam quatro gols sofridos na Olimpíada).

Ainda analisando o Brasil, o jornal escreveu que o cofronto contra Honduras "deixa esperança para a Coreia do Sul", já que o Brasil teve "trabalho mesmo com o adversário jogando com nove homens" - vitória por 3 a 2 nas quartas de final. O jornal ainda citou que o Brasil complicou um jogo que parecia fácil contra o Egito, na vitória por 3 a 2 na primeira fase da Olimpíada.

Segundo o jornal sul-coreano The Korea Times, o treinador da seleção do país, Hong Myung-bo, afirmou que é óbvio que a Coreia do Sul entra em desvantagem na partida, principalmente por ter feitou uma partida longa nas quartas de final contra a Grã-Bretanha (venceu por 5 a 4 nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal e por 0 a 0 na prorrogação), mas ressaltou que a motivação para a partida contra o Brasil é alta.

O jornal The Korea Times também comentou a partida, afirmando que "com a eliminação de Uruguai, Espanha e Grã-Bretanha, poucos duvidam que o Brasil vai dominar a competição", mas também analisou "que poucos também acreditavam que a Coreia do Sul passasse pela Grã-Bretanha".

Hong Myung-bo também disse que em valores individuais o Brasil tem uma abundância maior que a Coreia do Sul. O treinador, contudo, destacou que seu time vai tentar superar isso com um bom trabalho em equipe, algo que, segundo ele, vem sendo muito bem feito desde o início da competição. O técnico encerrou afirmando que vai enfrentar o Brasil com modéstia, mas confiante nos seus jogadores.

Brasil e Coreia do Sul decidem nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), quem passa para a final do torneio olímpico. O adversário já será conhecido, visto que, do outro lado da chave, Japão e México se enfrentam também nesta quarta, a partir das 13h (de Brasília).

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.