sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011 13:50h Dácio Fernandes

Superliga de vôlei

No duelo mineiro, jogando diante de seus torcedores, o Cruzeiro derrotou a UFJF por 3 sets a 0, nesta quarta-feira, no Poliesportivo do Riacho, em Contagem. As parciais foram de 25 a 21, 25 a 21 e 25 a 22. O destaque do jogo foi o ponteiro celeste Maurício, que ficou com o troféu Viva Vôlei.

“Não tem jogo fácil, jogo fraco nessa Superliga. Toda partida vai ser bem difícil. Foi muito bom a gente ter conseguido mais três pontos. É ainda começo de temporada, mas nosso grupo está bem unido, com um ajudando o outro. Temos que seguir com essa mentalidade e manter um bom nível de jogo”, destacou o jogador, que fez 12 pontos no confronto.

No fim do segundo set, quando a equipe estrelada vencia por 22 a 20, uma goteira no teto do ginásio causou a paralisação do jogo por cerca de 30 minutos. Quando a partida foi reiniciada, o Cruzeiro fechou o set por novos 25 a 21, com um ponto de Acácio em contra-ataque pelo meio de rede.

O último e terceiro set foi o mais equilibrado. A UFJF chegou a estar na frente no placar, mas o Cruzeiro soube usar a maior experiência de seus jogadores para virar o marcador e encerrar a partida sem ceder sets ao adversário. Mesmo derrotado, o técnico da UFJF, Maurício Bara, destacou o processo de evolução pelo qual passa a equipe.

“O problema foi que erramos em momentos decisivos. Por estarmos em formação, ainda vamos sofrer com isso. Hoje poderíamos ir além no jogo e virar o momento psicológico, mas eles acabaram sendo um pouco melhores”, avaliou o treinador.

Na próxima rodada, a Raposa vai até o ABC Paulista encarar o BMG/São Bernardo, neste sábado, às 21h. A UFJF tentará a recuperação em casa contra o Sesi-SP, na sexta-feira, às 20h, no ginásio da universidade.

Ficha Técnica

Cruzeiro - William, Alemão, Filipe e Sanchez, Acácio e Douglas Cordeiro e o líbero Serginho. Entraram Wallace, Daniel e Sanchez.

UFJF – Brasília, Pedrinho, Clinty, Digão, Jardel, Folle e o líbero Juliano. Entraram Leozão, Danilo, Baroni e Gui Hage.

Liga Feminina

Em outro duelo mineiro, porém pela Superliga feminina, o Usiminas/Minas levou a melhor sobre o Banana Boat/Praia Clube e conseguiu sua segunda vitória em dois jogos na Superliga Feminina. Jogando em casa, a equipe minas-tenista venceu por 3 sets a 0 e se manteve entre as primeiras colocadas da competição. As parciais foram de 25 a 19, 25 a 20 e 27 a 25.

A ponteiro Mari, do Usiminas/Minas, foi eleita a melhor jogadora em quadra e ficou com o troféu Viva Vôlei. De quebra a atleta também foi a maior pontuadora do jogo, ao lado da cubana Daymi, com 14 acertos cada.

O técnico minastenista Jarbas Soares ficou satisfeito com o resultado, mas pediu cautela. “É só o começo. Durante a semana, trabalhamos e conversamos muito, dando ênfase principalmente no saque. Estamos focados e sabemos que podemos chegar longe. Temos que querer mais que isso e temos que melhorar muito para para poder encarar a difícil sequência que vem pela frente”, falou o treinador.

Na próxima rodada, o Usiminas/Minas vai a Macaé enfrentar o Macaé Sports, sexta-feira, às 20h, no Ginásio Juquinha. Já o Banana Boat/Praia Clube recebe o Pinheiros, também na sexta-feira,às 20h, em Uberlândia.

Ficha Técnica

Usiminas/Minas: Daymi, Claudinha, Mari, Fernanda, Herrera e Natasha, além da líbero Tássia. Entraram: Carol. Técnico: Jarbas Soares.

Banana Boat/Praia Clube: Suelle, Dayse, Juliana, Gelka, Monique, Giovanna, mais a líbero Arlene. Entraram: Nick, Sara, Camila, Elis. Técnico: Spencer Lee.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.