segunda-feira, 7 de Abril de 2014 10:22h

Tamires: múltiplas funções dentro e fora de campo

Tamires, como toda jogadora de futebol sempre sonhou em estar na Seleção Brasileira.

Tamires, como toda jogadora de futebol sempre sonhou em estar na Seleção Brasileira, mas, depois de 2009, quando engravidou, achou que nunca mais conseguiria realizar este desejo. A vontade era tanta, que a lateral treinou muito para vestir a camisa canarinho.

A jogadora atuava no Atlético Mineiro quando engravidou aos 21 anos de seu namorado, Cesar, também jogador de futebol. Depois que Bernardo nasceu, em 2011, Tamires voltou a jogar no clube mineiro, mas parou no ano seguinte para acompanhar o marido.

Em junho de 2013, Cesar foi jogar em São Bernardo do Campo e foi aí que surgiu a oportunidade de Tamires voltar a fazer o que tanto gostava. A jogadora passou a vestir a camisa do Centro Olímpico, em São Paulo. Bernardo, agora com quatro anos, passa as manhãs com a avó - sogra da jogadora -; à tarde vai para escola e de noite, a mãe já está em casa.

- Não é fácil conciliar ser mãe e jogadora, ainda mais quando tenho viagem com o clube ou com a Seleção. Mas agora o meu filho já entende melhor, sabe que eu vou, só que eu volto. Sempre falo com ele, todos os dias para saber como ele está.

Desde que voltou a jogar, Tamires sempre teve o objetivo de ser convocada, o que foi alcançado em setembro de 2013, quando fora chamada para a Copa da Suíça. A menina, de 26 anos, passou então a ser titular da lateral-esquerda, tendo disputado amistoso contra os Estados Unidos, o Torneio Internacional de Brasília, o Torneio do Chile e agora os amistosos contra a Austrália.

- Eu não acreditava mais que pudesse ter uma chance na Seleção. Agora, não vou  deixar essa oportunidade passar, sempre dou o meu melhor nos treinos e nos jogos.

Além de lateral, Tamires já atuou como meia-atacante pelo Atlético Mineiro, Ferroviária e Centro Olímpico. Na Seleção, entretanto, jogou na lateral-esquerda, agradou o treinador Marcio Oliveira e ficou com a posição.

Nesta quarta-feira, a camisa 6 do Brasil terá mais uma oportunidade de vestir a camisa verde e amarela: a Seleção enfrentará, mais uma vez, a Austrália, no Queensland Sports and Athletics Centre, às 16h30 (3h30 de Brasília).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.