quarta-feira, 7 de Novembro de 2012 13:20h Gazeta do Oeste

Técnico interino do América mostra satisfação com desempenho do time

Com a demissão de Mauro Fernandes depois da derrota para o ASA de Arapiraca, por 1 a 0, na semana passada, o auxiliar Cláudio Prates estreou como técnico interino com revés para o Vitória, por 5 a 3, na noite desta terça-feira, no Estádio Barradão, em Salvador, pela 35ª rodada da Série B do Brasileiro.

Apesar do resultado amargo para a torcida, Cláudio Prates avaliou a atuação de seus comandados como positiva. Para o treinador, o time mostrou profissionalismo, pois mesmo sem chances matemáticas de voltar à divisão de elite, os jogadores disputaram a partida com afinco.

“Sai de campo satisfeito. Os jogadores tiveram entrega. Poderíamos ter um resultado melhor hoje, mas gostei da organização do time. Fico contente porque eles tiveram profissionalismo e entrega hoje apesar da derrota”, disse.

Dois tempos distintos

No primeiro tempo, o Vitória saiu na frente no placar, mas o Coelho empatou com Fábio júnior. O time da casa teve mais chutes a gol, porém, o time de Cláudio Prates conseguiu se defender bem.

Na etapa final, tudo mudou. O Rubro-negro baiano marcou mais três gols e poderia ter vencido de goleada se não fosse uma pequena reação do Coelho.

“Foram dois tempos distintos. Conseguimos dar uma equilibrada no primeiro tempo, mas no segundo eles colocaram um ritmo maior com a torcida a favor. Acho que o América teve forças e conseguiu reagir”, ponderou Cláudio Prates.

Na concepção do treinador, os erros do América foram individuais. “Tomamos gols em lances individuais, foram erros individuais Achei o time bem compacto e conseguiu segurar um pouco a bola. Fizemos uma mescla de jovens e experientes que deu certo”, concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.