terça-feira, 19 de Agosto de 2014 06:35h

Técnico quer usar fator Maracanã para motivar jogadores do Galo

O técnico, Levir Culpi, não escondeu o abatimento pelo empate diante do Figueirense, por 2 a 2, nesse domingo, em Florianópolis.

No entanto, já nos vestiários do Estádio Orlando Scarpelli, o trabalho do treinador foi motivar o elenco visando a partida contra o Flamengo, nesta quarta-feira, às 22h, no Maracanã, pela 16ª rodada do Brasileirão.

Culpi disse que os jogadores têm que estar tranquilos. “Fizeram o que tinham que fazer, correram para vencer. Agora acabou. O foco é no próximo jogo e o próximo jogo é uma outra história. Talvez a gente tenha a sorte que já tivemos em algumas outras [partidas]”, disse o comandante.
Levir prevê uma partida mais técnica diante do Flamengo, diferente do que ocorreu contra o Figueirense, considerada por ele como muito truncada. “Tenho certeza que o jogo contra o Flamengo, por exemplo, não vai ser disputado dessa maneira. Normalmente as equipes são mais técnicas. E aqui [em Florianópolis] eu sabia que o jogo ia ser mais truncado,  de bolas espirradas. Acredito que o jogo contra o Flamengo seja mais técnico”, analisou o treinador.
O Flamengo luta contra o rebaixamento e está motivado pela vitória por 1 a 0 sobre o Coritiba em pelo Couto Pereira. O triunfo tirou o time do Z-4. Por isso, a torcida deve lotar o Maracanã para ajudar o time a se distanciar das últimas posições. Levir quer usar essa situação para motivar os jogadores do Atlético. “Quem não pensa em jogar com o Maracanã lotado e contra o Flamengo? Realmente é um sonho e a gente tem que transformar isso em realidade: entrar no campo, jogar sem medo, procurar a vitória, que aí o sonho fica melhor ainda”, destacou.
Apesar do empate diante do Figueirense, o Atlético está a três pontos do G-4. Com 23 pontos, o alvinegro precisa vencer para não descolar dos primeiros colocados.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.