quarta-feira, 11 de Maio de 2011 11:30h Site Cruzeiro

Thiago Ribeiro treina em campo e está otimista para ficar à disposição de Cuca para a final

Liberado pelo Departamento Médico do Cruzeiro, o atacante Thiago Ribeiro está entregue à Preparação Física. O jogador fez corrida ao redor de um dos campos da Toca da Raposa II na tarde desta terça-feira. Ribeiro ficou de fora das últimas quatro partidas devido a uma torção no joelho esquerdo. Durante a atividade, Ribeiro fez vários movimentos e não sentiu dores. O atacante está otimista, mas prefere aguardar os treinos com bola, com o grupo, no decorrer da semana, para saber se terá condições de voltar ao time no domingo, na decisão do Campeonato Mineiro BMG.

 

 

“Voltei a treinar mais forte hoje. Graças a Deus não senti nada de dor, de incômodo. Estou otimista para jogar. Mas não fiz nenhum treino com o grupo, com bola. Treinar a parte é uma coisa, fazer situação de jogo é outra. Primeiro tenho que treinar durante a semana para saber se tenho condições de jogar. Mas pela primeira impressão do treino fiquei muito otimista”, disse Ribeiro, que passou as últimas duas semanas fazendo fisioterapia para voltar logo aos treinos..

 

“Quarta ou quinta volto a trabalhar com bola. Vai aumentando a carga a cada dia de treino. Até sexta tenho que estar treinando em carga máxima para ver se tenho condições de jogar. Como falei, fico feliz pelo primeiro treino, por não ter sentido nada anormal. Espero evoluir a cada dia, e até domingo tem um tempo”, afirmou.

 

 

Questionado se vale a pena ir para o jogo decisivo no sacrifício, Thiago Ribeiro disse que vale, desde que sua entrada vá ajudar o time. Caso sinta dores e não for acrescentar muito, prefere ficar de fora para não atrapalhar o rendimento da equipe.

 

“Vale o sacrifício, decisão sempre vale né. Quando você está voltando de uma lesão, se for um incômodo suportável, vale a pena, pois define o campeonato. Mas se for para entrar em campo com uma dor que não está sendo suportável, que pode prejudicar o meu rendimento e o rendimento do time, eu não estaria sendo guerreiro, só prejudicaria o time. Entrar em campo sem a melhor forma, é melhor não jogar”.

 

 

Em suma, Ribeiro passou no ‘primeiro teste’, e a definição de seu aproveitamento ou não no domingo só será conhecida com os trabalhos da semana. “Fiz só primeiro treino e graças a deus suportei bem. Pelo primeiro treino, todo mundo ficou bastante otimista, inclusive eu. Ao longo da semana vou treinar com bola, coletivo. Aí sim terei uma ideia melhor se vou ter condição de jogo”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.