segunda-feira, 22 de Outubro de 2012 10:05h Gazeta do Oeste

Timbu surpreendido pela marcação

Times que ocupavam postos mais altos da tabela como São Paulo e Atlético Mineiro vieram aos Aflitos e saíram de campo derrotados. Muitos outros, a exemplo do líder Fluminense, venceram no Eládio de Barros Carvalho. Porém, sofreram pressão do começo ao fim da partida. Fazendo uma campanha mediana, a Portuguesa chegou como franca-atiradora. Entretanto, impôs dificuldades maiores do que todos esses clubes citados anteriormente. Praticamente não deixou o Timbu jogar. Os alvirrubros se mostraram incomodados com o empate em 0 a 0. Exaltaram a Lusa, mas lamentaram bastante o resultado.

O técnico Alexandre Gallo avaliou a atuação do Náutico como má. Segundo o treinador, a intensa marcação dos adversários dificultou que a vitória acontecesse. “Toda equipe que vem para os Aflitos reforça o setor de marcação. Não fomos bem tecnicamente e não conseguimos chegar na barra deles”, afirmou. Já o zagueiro Jean Rolt preferiu dar méritos à atuação dos paulistas. “A Portuguesa soube segurar o placar. Acredito que foi uma partida muito igual”, analisou.

O volante Martinez seguiu uma linha de raciocínio parecida com a de Gallo e esteve ciente dos problemas apresentados no setor de meio-campo. “A Portuguesa entrou fechada. A gente teve uma boa posse de bola, mas pecamos no último passe e isso acabou nos complicando.”

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.