terça-feira, 29 de Dezembro de 2015 10:19h Atualizado em 29 de Dezembro de 2015 às 10:31h. Luciano Eurides

Time do Branco é o campeão do tradicional Torneio dos Kibb's 2015

Uma das competições mais aguardadas do ano, e também mais tradicionais da cidade, tem o campeão:

O Time do Branco venceu o Time do Caiau na final e comemorou o último título do ano de 2015. Esta é a 31ª edição, sempre disputada no dia 25 de dezembro, este ano, teve como sede o Clube dos Servidores Municipais (CSM).

A equipe do Time do Caiau conseguiu a vaga na final do Torneio dos Kibb’s ao passar pelo Time do Moisés nas cobranças de penalidades. No tempo normal, o jogo ficou 2x2. O time do Caiau começou melhor o jogo e foi superior durante todo o primeiro tempo. Na segunda etapa, houve a reação do time do Moisés e poderia até ter vencido a partida, mas a principal bola acertou a trave. Marcaram os gols do Time do Moisés: Zamorano e Daniel. Para o Caiau, assinalaram: Renato Pombinha e Caiau.

Com o placar empatado, a decisão foi para as cobranças de penalidades. Anderson Fatinha, Renato Pombinha e Richarlison fizeram para o time do Caiau. Já para o Time do Moisés, assinalaram: Daniel e Marlon. Sonera chutou para a defesa do goleiro adversário e a equipe do Caiau classificada.

O Time do Branco venceu o Time do Borá por 4x2. O time do Branco dominou a maior parte do jogo, com gols de Boi, Codorna, Tanaka e Eminho. Já para o Time do Borá, Rodolfo fez de falta e Borá deixou a marca dele. O segundo tempo teve um momento especial, quando Borá marcou o gol e apertou o marcador em 3x2, o time dele não conseguiu aproveitar o melhor momento da partida, teve a chance de marcar o empate, perdeu o gol e ainda sofreu o contra-ataque, que resultou no quarto da equipe do Branco.

Na grande final, o time do Branco saiu na frente, Tanaka marcou o gol, ele recebeu na entrada da área e esperou a saída do goleiro para fazer 1x0. No segundo tempo, Renato Pombinha cobrou escanteio e Diferente chutou forte para fazer 1x1. O time do Branco procurava mais o gol e encontrou com Codorna. Ele, na entrada da área, chutou forte e fez o gol do título.

Para o jogador Codorna, a competição é uma confraternização de Natal e o importante é estar reunido com os amigos. “O campeonato é gostoso, todos são conhecidos e existe uma amizade sadia, é bom brincar com eles, é uma brincadeira mesmo, mas Natal, meio de ressaca e valeu sim. Não tem melhor, tivemos mais garra e força de vontade, vou conversar com a turma para eu poder ficar com o troféu e deixar mais um na estante”, disse.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.