segunda-feira, 22 de Outubro de 2012 09:57h Gazeta do Oeste

Tinga explica análise do treinador e diz que não faltou garra ao grupo do Cruzeiro

O volante Tinga entrou no decorrer do jogo contra o Palmeiras e depois de ver o Cruzeiro perder por 2 a 0 para o rival, que briga contra o rebaixamento no Brasileiro, o jogador tentou explicar a análise do técnico Celso Roth. O treinador comentou que a equipe havia perdido para ela mesma.

 

“Quando ele (Roth) diz que perdemos para nos mesmos, é porque sabíamos que  a jogada deles para nos atingir era a bola parada. Ficamos  chateados com isso, porque a equipe vinha em uma crescente e buscamos objetivos dentro da competição. Mas temos que continuar focados porque quinta-feira já tem mais e precisamos ganhar”, disse o volante.

 

O Cruzeiro sofreu dois gols do atacante Barcos. O primeiro deles nasceu após cobrança de falta de Marcos Assunção, em jogada típica do Palmeiras. Questionado se havia faltado raça aos jogadores, o meio-campista negou a situação e disse que a situação do Palmeiras na tabela transparece mais entrega para o time da casa, mas que não faltou disposição aos jogadores azuis.

 

“Não, a gente não deixou de ter garra em nenhum momento. Uma equipe que está em baixa, jogando diante da torcida, as vezes parece que está com mais vontade que a gente, mas isso a gente sabe que não é assim. Vestindo uma camisa tão grande como a do Cruzeiro, temos que estar com garra em qualquer lugar e em qualquer momento, independente do que a gente esteja disputando dentro da competição”, frisou.

 

 

 

 

 

 

 

 

SUPERESPORTES

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.