quinta-feira, 6 de Outubro de 2016 13:23h Carlos Henrique

Tite organiza time para duelo diante dos bolivianos

CARLOS HENRIQUE
ch25771@gmail.com

 

Preparada para mais uma jornada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia, a Seleção Brasileira irá a campo em Natal, na Arena das Dunas, para tentar con­seguir um triunfo que iria ala­vancar a posição canarinho na tabela. Atualmente, o time de Tite é o vice-líder do torneio, com 15 pontos, um a menos que o Uruguai, que joga em casa contra a Venezuela, e muito dificilmente irá trope­çar, fazendo a missão para chegar à liderança ficar para a próxima semana, quando os brasileiros encaram a pró­pria Venezuela fora de casa, enquanto o Uruguai, também fora, enfrenta a Colômbia.

Mas falando do jogo de Natal, Tite promoverá mudan­ças importantes no time. Três importantes atletas estão fora de combate, por motivos dis­tintos, e não podem atuar. O volante Paulinho, ex-jogador do Corinthians, campeão da Libertadores e Mundial, e que atualmente defende o Guan­gzhou Evergrande da China, time comandado por Felipão e que também conta com a presença do ex-cruzeirense Ricardo Goulart, está sus­penso do primeiro jogo e só poderá voltar a atuar contra a Venezuela. Mais outros dois atletas seguem de fora. São eles: Casemiro, lesionado, e Marcelo, também com con­tusão. Casemiro, que vem fazendo grande temporada no Real Madrid e muito me­recidamente está sendo con­vocado para os jogos do Brasil, vai dar lugar a Fernandinho, que joga pelo Manchester City. Gulliano, ex-atleta do Grêmio, e que no momento está na Russia, atuando pelo Zenit, e já marcou nove gols desde que começou a jogar por lá, deve jogar em uma posição mais recuada e vai ocupar o lugar de Paulinho. Quem também entra é Filipe Luis, que vai substituir Marcelo.

Outra novidade é a saída de William, atleta que é mui­to importante no esquema tático, pois atua pelo lado do campo. Em seu lugar, jogará Phillipe Coutinho, atleta do Liverpool, da Inglaterra, um dos principais nomes do time da terra da rainha.

Gabriel Jesus e Roberto Firmino se revezaram nas posições de centroavante, mas tudo indica que o escolhido será o garoto que atua no Pal­meiras.

Com isso, a escalação do Brasil deverá ter, caso Tite não ouse nada na última hora: Alisson, Daniel Alves e Fillipe Luis nas laterais. Marquinhos e Miranda formam a zaga. No meio, Fernandinho será o primeiro homem, Guilliano e Renato Augusto formarão uma linha no meio campo, enquanto Neymar, pelo lado esquerdo, e Coutinho, no di­reito, abrem pelos flancos, tentando municiar Gabriel Jesus, no ataque. Formando assim um 4-1-4-1, esquema que muitas vezes foi usado no Corinthians que ganhou tudo em 2012, a expectativa é que a seleção fique mais compactada e organizada, e que, apresentando um futebol sólido e vistoso, faça com que o interesse real pelo futebol volte aos brasileiros, tão des­crentes e desinteressados na paixão verde e amarela nos últimos anos.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.