quinta-feira, 3 de Março de 2016 09:19h Atualizado em 3 de Março de 2016 às 10:12h. Luciano Eurides

Torcida Organizada Guaragolo liga o sinal de alerta no Farião

O elenco do Guarani se reapresentou após a derrota frente ao Uberlândia e encontraram a Torcida Organizada Guaragolo

Os membros estiveram no Waldemar Teixeira de Faria para efetuar cobranças, buscar informações e mantiveram um diálogo com o capitão Renan. Ainda tiveram a oportunidade de falar e ouvir o treinador Ricardo Leão. Após a conversa, os atletas iniciaram a preparação para encarar a URT.

A Torcida Organizada esteve no estádio, conversou com Renan e, segundo o presidente da Guaragolo, foi uma forma de evitar o fantasma do rebaixamento. “Nada demais, viemos com o objetivo de perguntar se está acontecendo algo dentro do vestiário que a gente não saiba, pois o time teve uma queda muito grande na segunda etapa dos jogos, estamos percebendo algo errado e, na verdade, não queremos passar o que passamos no ano passado. A resposta que tivemos é que não há esse problema, o Renan falou que está tudo certo e não faltará vontade de sair dessa situação. A torcida estará presente diante da URT e apoiando o Guarani, indiferente de qualquer coisa, a Guaragolo vai apoiar o Guarani”, garantiu.

 

 

 

Os torcedores também foram recepcionados pelo técnico Ricardo Leão, ele não tirou a razão da torcida. “Eles têm todo o direito de fazer essa cobrança e eles querem o melhor para o Guarani. E, diante das observações que eles fizeram, procuramos escutar, se concordarmos, vamos buscar um rumo diferente para as coisas que realmente têm acontecido. Coloquei para eles que, por outro lado, não tem faltado comprometimento desses jogadores. Perdemos os últimos dois jogos com a equipe se entregando e sendo valente. Infelizmente, erros acontecem no futebol, por mais que tentamos antecipar, acontece alguma 'surpresinha' e isso ocorreu nos dois últimos jogos”, disse.

 

 

Para montar a equipe, Ricardo Leão garante que o trabalho é para vencer. “Os jogadores que entraram em campo nas derrotas são praticamente os mesmos das vitórias. Tivemos uma dificuldade sim contra o Uberlândia, pois perdemos dois jogadores importantes, o Carlos Renato e o Genalvo, nosso jogador mais experiente, ele volta para o próximo jogo, mudanças podem acontecer, mas dedicação não tem faltado, falta um pouco de equilíbrio no sistema defensivo e vamos corrigir durante a semana, pode ter faltado um treino a mais e, achando o equilíbrio, vamos errar menos e fazer um bom jogo”, garantiu o treinador.

 

 

A equipe terá mudanças, especialmente na defesa, o zagueiro Murilo cumpre suspensão, Jean Pablo está no departamento médico, a opção é Anderson Santos, ele atuou em Uberlândia e parece ter a preferência do treinador. “Não é dor de cabeça, o Anderson, quando entrou em Três Corações, vinha de um período de um ano sem jogar, foi pego de surpresa, pois o Jean acusou a lesão no aquecimento. Faltou ritmo de jogo e, já em Uberlândia, ele foi bem. O que temos que melhorar é o comportamento coletivo e, principalmente, dessa última linha de defesa”, disse, sabendo que ainda tem Anderson Jesus e Michael Bruno (sub 17).

 

 

Os jogadores que atuaram contra o Uberlândia fizeram um trabalho regenerativo e musculação, na academia, quem trabalhou também foi o meia-atacante Carlos Renato, mas ainda não é certa a volta dele diante da URT. Quem está à disposição do treinador é o volante Genalvo. O treino desta quinta-feira deve responder outras dúvidas, como: se joga Gil, ele começou frente ao Uberlândia, se Denilson deixa o time titular, se Marcos Vinícius ou Júnior Barrros, ainda Marquinhos, que tem tido um excelente aproveitamento nos treinamentos.

 

 

 

Suspensão

O volante Genalvo foi julgado na noite de terça-feira pela expulsão diante do Tupi, na cidade de Juiz de Fora, e suspenso por quatro partidas. O arbitro Murilo Francisco Misson Júnior escreveu na súmula que “expulsei diretamente este atleta por chutar com uso de força excessiva o tornozelo de seu adversário de número 07, da equipe do Tupi Football Club, Sr. Vinicius Kiss Silva Tobias, por trás, quando a bola não era mais objeto de disputa”, assim, Genalvo foi julgado no art. 254 A do CBJD, que prevê uma suspensão de quatro a doze partidas. Assim, Genalvo pegou a pena mínima.

 

 

 

Ingressos para Guarani x URT já à venda nos seguintes pontos:
GALERA DOS ESPORTES Av. 7 de Setembro, 545, Centro
PONTO DO CARTÃO Rua Rio de Janeiro, 208, Centro
FARIÃO Rua Fernão Dias, 1244, Porto Velho
*40% dos ingressos disponíveis para venda serão de meia-entrada

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.