terça-feira, 14 de Agosto de 2012 13:37h Gazeta do Oeste

Torcida picha muro da Toca e Montillo admite fase ruim

Nem mesmo a vitória diante do Bahia acalmou os ânimos no Cruzeiro. A instabilidade no time no Campeonato Brasileiro, aliada à excelente campanha do Atlético revoltou a torcida celeste, que outrora via os papéis invertidos.

Nem mesmo a vitória diante do Bahia acalmou os ânimos no Cruzeiro. A instabilidade no time no Campeonato Brasileiro, aliada à excelente campanha do Atlético revoltou a torcida celeste, que outrora via os papéis invertidos. E isso ficou evidente nesta segunda-feira (13), quando os muros da Toca da Raposa II apareceram pichados com pedidos de saída do presidente Gilvan de Pinho Tavares.

 

 

O reflexo da indignação da torcida já chegou aos jogadores. O armador Montillo, ídolo da equipe, admitiu que a situação do Cruzeiro na tabela não é das melhores. O argentino conta com um triunfo sobre o Fluminense, na quarta-feira (15), para abrandar os ânimos. "Com certeza, passamos por um mau momento. A vitória dará certa tranquilidade, mas temos que buscar três pontos com o Fluminense. Mas vai ser muito difícil. O Fluminense tem jogado muita bola", disse o meia-amador, que fez questão também de destacar a evolução da equipe frente ao Tricolor da Boa Terra.

 

"O Brasileirão é assim mesmo. É muito difícil, não tem espaço. Todas as partidas são assim. Há também muitas viagens. Não é desculpa, mas entramos bem e conseguimos a vitória. No primeiro tempo, jogamos bem, mas, no segundo tempo, passamos muito sufoco. Mas é normal. É um momento difícil", avaliou.

 

 

Segundo o meia-armador, um dos erros da equipe é entrar afobada nos jogos em que disputa nos seus domínios. "O pecado do Cruzeiro é a ansiedade que estamos tendo no Independência. Temos que melhorar e saber que podemos tomar um gol que não vai virar bagunça. Isso ocorreu em alguns jogos. O futebol não é assim, podemos tomar gol e virar a partida", concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

HOJE EM DIA

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.