sábado, 27 de Outubro de 2012 05:21h Gazeta do Oeste

Torres volta a ser alvo de críticas, e técnico do Chelsea o defende

 Definitivamente a paciência da imprensa inglesa com Fernando Torres é curtíssima. A julgar pelas duas primeiras temporadas com a camisa do Chelsea, quando marcou apenas 13 gols em 68 partidas, o espanhol tem tido desempenho até acima da média na atual, tendo balançado a rede seis vezes em 15 compromissos. Mas bastou uma atuação desastrosa contra o Shakhtar Donetsk, na última terça, pela Liga dos Campeões, e um “jejum” de duas partidas, para o camisa 9 voltar a ser alvo de um bombardeio de questionamentos sobre sua performance com a camisa azul.

Titular absoluto e sem sequer um reserva de peso desde a saída de Drogba para o futebol chinês – o inglês Sturridge, único da posição, também está longe de empolgar -, Torres foi um dos temas principais da entrevista coletiva de Roberto Di Matteo sobre o clássico com o United domingo. Muito questionado sobre o quão confiável era seu centroavante, o treinador saiu em sua defesa, mesmo que em determinados momento tivesse as respostas – quase sempre idênticas – interrompidas por argumentos contrários ao espanhol.

- Não tenho nada para falar sobre o Fernando. Ele sempre trabalha para o time. Se marca ou não, sempre contribui. É importante dividir a responsabilidade entre todos. Não podemos esperar que ele vá marcar em todos os jogos. Ele já marcou seis gols nessa temporada.

Como se não bastasse a performance bem abaixo da que acostumou-se a apresentar no Liverpool, a passagem de Torres por Londres tem sido marcada por um contato frio e quase inexistente com a imprensa. Recentemente, em rara entrevista, ao jornal “El País”, da Espanha, o atacante revelou que em determinado momento da temporada passada “não se importava se o Chelsea vencia ou perdia”. A declaração entrou em pauta diante da primeira má exibição.

- Ele sempre se interessou. Temos que seguir em frente, não ficar falando do passado – defendeu novamente Di Matteo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.