sábado, 3 de Maio de 2014 05:23h

Treinador atleticano rebate críticas do atacante Diego Tardelli

O Atlético deixou escapar na noite desta quinta-feira a chance de continuar na luta pelo bicampeonato da Taça Libertadores, ao empatar em 1 a 1 com o Nacional de Medellín, no Independência.

O time alvinegro foi eliminado, já que havia sido derrotado na primeira partida, disputada na Colômbia.
O técnico Levir Culpi, aos 27 minutos do segundo tempo, resolveu mexer no time, quando o Galo ainda vencia os colombianos por 1 a 0, e substitutiu o atacante Diego Tardelli por Guilherme e o volante Pierre por Réver. Visivelmente indignado com a substituição, Tardelli esbravejou e, sem se preocupar com as câmeras de TV, verbalizou sua insatisfação por ter deixado a partida.
No final da partida o atacante atleticano destacou a luta e a entrega do time durante a partida, mas acabou cutucando o técnico atleticano quando perguntando sobre o motivo de sua substituição. "Infelizmente, as mudanças não deram certo. Eu estava bem na partida e não entendi a substituição. Faz parte, agora tem que entrevistar o treinador, que é bom”, disse Tardelli.
Tomando conhecimento e questionado sobre as declarações do comandado, Levir Culpi foi enfático ao dizer que Tardelli não foi eficiente durante a partida, por isso acabou sendo substituído. “Acho que ele (Tardelli) está certo. Quem tem que substituir é o treinador. Ele tem que jogar. O jogador para mim é número. Eu já disse para eles. Se ele não tiver número, ele sai. Nenhum chute no gol, nenhuma assistência, e por isso ele saiu. Ele é recordista de números no Atlético, não é? Mas comigo ele não deu nenhum chute no gol ainda. Se ele repetir a insistência de antes, ele vai jogar. Dá para chamar de craque. O Tardelli tem muita qualidade técnica e ele precisa entender esse recado. Não só ele, mas todos. O goleiro e o zagueiro têm que interceptar, assim serão os melhores. Já se o atacante não chutar no gol, por que tem que ficar no campo? Tem que jogar na plenitude de sua capacidade", observou o treinador atleticano que ainda não venceu após seu retorno ao clube.
Desclassificado da competição mais importante do continente, resta ao Galo se focar no Campeonato Brasileiro. O próximo desafio do time atleticano será contra o Goiás, domingo, às 18h30, no Independência. A partida será válida pela terceira rodada.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.