terça-feira, 22 de Julho de 2014 05:58h

Treinador Cruzeirense diz que é muito cedo para falar em favoritismo

O equilíbrio esperado pelo técnico, Marcelo Oliveira, no retorno do Campeonato Brasileiro ainda não pôde ser percebido nas duas rodadas da competição pós-Copa.

Das equipes que terminaram os nove jogos iniciais entre os quatro primeiros lugares, o Cruzeiro é a única que conseguiu dois triunfos na retomada do Brasileirão. O Atlético-PR, que entrou no G-4, é a outra equipe com 100% de aproveitamento.
Os dois triunfos do Cruzeiro após a disputa da Copa do Mundo, sobre Vitória e Palmeiras, ampliaram a vantagem sobre o segundo colocado para cinco pontos. Antes, o time tinha três de frente sobre os concorrentes. Com 25 pontos e aproveitamento de 75,8%, o Cruzeiro sobra no Brasileirão. No entanto, o técnico, Marcelo Oliveira, é cauteloso ao falar em favoritismo. “Na verdade, dentro do clube não existe isso, mas nos conscientizamos de que o Cruzeiro é concorrente junto com seis ou sete equipes que cresceram no campeonato”, disse o treinador após a vitória sobre o Palmeiras em São Paulo. Foi quarto triunfo celeste como visitante.
Invicto no Mineirão, o Cruzeiro terá a chance de manter a vantagem da próxima rodada, quando receberá o Figueirense no Gigante da Pampulha. Na avaliação de Marcelo Oliveira, o fator casa será decisivo na luta pelo título. “Favorito na 11ª rodada não existe, vamos trabalhar jogo a jogo, todos são importantes e precisamos de uma pontuação alta em casa, além de buscar resultados como o de hoje, um pouco sofrida, mas valorizada pela garra e luta. O Cruzeiro está entre as equipes que podem ser campeãs”, destacou.

 

 

 

 

Preparação
Em razão da parada do Campeonato para a disputa da Copa do Mundo, os 20 clubes que disputam a competição ganharam mais de um mês para treinar e buscar reforços. Com isso, a expectativa do técnico celeste era de mais equilíbrio, o que até agora não ocorreu, pelo menos para o Cruzeiro.
A diretoria celeste aproveitou o recesso da Copa para reforçar o elenco. Contratou  o zagueiro, Manoel, e os atacantes, Neilton e Marquinhos. Além disso, apostou em uma intertemporada nos Estados Unidos, onde o time disputou amistosos contra clubes de ponta do futebol mexicano. O planejamento adotado neste ano é o mesmo de 2013, quando a equipe conquistou o tricampeonato.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.