sábado, 13 de Fevereiro de 2016 05:51h Atualizado em 13 de Fevereiro de 2016 às 05:51h.

Treinador do Cruzeiro faz novas mudanças

Depois de indicar mudanças no Cruzeiro para o duelo diante do Tupi, neste domingo, pelo Campeonato Mineiro, o técnico Deivid deve mesmo escalar o time com Sánchez Miño no meio-campo e Rafael Silva no ataque

Na quarta-feira, os dois ficaram entre os reservas, mas nesta quinta voltaram a trabalhar entre os titulares e devem permanecer assim até o fim de semana.
Deivid deu indícios de que mudaria o Cruzeiro na quarta. Na ocasião, tirou Sánchez Miño e Rafael Silva, para as entradas de Bruno Ramires e Douglas Coutinho. Mas voltou à antiga formação nesta quinta, com: Fábio; Mayke, Manoel, Dedé e Fabrício; Henrique, Ariel Cabral, Marcos Vinícius, Sánchez Miño e Alisson; Rafael Silva.
Henrique atuou mais recuado, Ariel Cabral pela esquerda e Marcos Vinícius pela direita. Sánchez Miño apareceu como meia, um pouco à frente dos três, com Alisson e Rafael Silva no ataque.
A escolha foi elogiada pelo zagueiro Dedé. “São três volantes no time. A gente recua um pouco o Marcos Vinícius, com o Miño atuando mais avançado. Optou por colocar a formação que jogávamos antes para ter um apoio melhor defensivamente e ofensivamente. A gente busca melhorar a cada sessão. O Deivid deixa bem claro o que é para fazer. O restante da galera está consciente do que tem de fazer", comentou.
O zagueiro Manoel minimizou as constantes trocas de parceiro: com Bruno Rodrigo, ele joga pelo lado direito, enquanto com o Dedé o defensor atua pela esquerda. “Já estou acostumado. Para mim é muito tranquilo jogar ali, o importante é estar ajudando a equipe”, destacou em entrevista à Itatiaia durante o programa Turma do Bate Bola.
Manoel ressaltou que a ajuda dos jogadores mais avançados na marcação colabora para a zaga sofrer menos gols, independentemente de o time jogar com dois ou três volantes. “O que o Deivid pede pra gente é sempre que o time estiver com a bola tem que jogar. Sem a bola, mesmo que na frente a gente não tenha jogadores com poder de marcação, eles devem voltar para ajudar a fechar os espaços e a defesa. A marcação começando lá na frente facilita muito para a gente atrás”, observou.
O atacante Willian continua de fora. Com lesão muscular na coxa direita, o jogador está vetado para a partida contra o Tupi e tem uma pequena chance de voltar diante do Fluminense, no meio da próxima semana, pela segunda rodada da Primeira Liga.
Quem ainda não terá uma oportunidade como titular neste fim de semana é o volante Federico Gino. O jogador teve seu nome regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta quinta-feira, mas no treinamento ainda trabalhou entre os reservas e deve ficar como opção para o fim de semana.

 

 

Goleiro emprestado ao Londrina
Também nesta quinta-feira, o Cruzeiro anunciou o empréstimo do goleiro Alan ao Londrina. Sem espaço no time celeste, em meio à concorrência de nomes como Fábio e Rafael, o jovem de 21 anos foi liberado por um ano para adquirir experiência no time paranaense.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.