quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2016 10:28h

Tudo pronto para a estreia do Atlético na Libertadores

O Atlético lançou na noite desta segunda-feira a nova coleção do uniforme para a temporada 2016 assinada pela empresa canadense Dryworld

Principal contratação do clube, o atacante Robinho foi um dos modelos a desfilar com a camisa listrada. A nova camisa do Atlético assinada pela Dryworld será usada pela primeira vez nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na estreia do time na Copa Libertadores contra o Melgar, em Arequipa, no Peru.
Campeão em 2013, o Galo está disputando a principal competição do continente pelo 4ª ano consecutivo. O atacante Lucas Pratto destaca a importância da partida. “O primeiro passo é sempre o mais difícil e também é o mais importante para começarmos bem na fase de grupos da Copa Libertadores. Vamos jogar fora de casa e respeitamos o nosso adversário, mas, como o Atlético sempre faz, vamos em busca dos três pontos”, disse o artilheiro argentino.

 


O técnico Diego Aguirre também ressalta a relevância da disputa continental. “A expectativa é muito grande. Começamos a trabalhar em janeiro já com a cabeça na Libertadores e estamos todos confiantes que vai ser uma boa Libertadores. Temos que começar bem e acho que o time está preparado”, comentou o treinador uruguaio.

 

 

Camisa nova
Os uniformes são os mesmos que vazaram nas redes sociais na tarde desta segunda-feira. “Fiquei surpreendido quando vazaram algumas fotos das camisas e ela (Dryworld) já brincou afirmando que tem três pedidos de entrega de material no interior de Minas”, afirmou o presidente Daniel Nepomuceno em clima de descontração.
A maior novidade está na camisa 1, que não teve muitas alterações na frente, mas inovou na parte de trás, com um quadrado branco nas costas, onde fica o número. “Achei a camisa linda, ela fica mais bonita quando levanta a taça. Mais do que isso, ela é uma camisa rica em detalhes, tem uma tecnologia que os peladeiros vão gostar. Não será simplesmente para desfilar, mas para jogar também, é um material diferente”, observou o mandatário alvinegro.

 


O modelo número dois não fugiu do tradicional branco sem muitos detalhes. Já o uniforme de treino possui tom predominante laranja e com detalhes em preto. “Vi que a torcida já abraçou a Dryworld pelo o que ela está fazendo pelo clube. Há uma parceria de trazer um material diferente para o torcedor, e que ela possa nos ajudar a chegar mais próximo dos títulos”, disse Nepomuceno. “É uma empresa que quer investir no Brasil, que conhecia pouco o que é o futebol. Eles estão surpreendidos porque tudo o que traçamos há seis meses está acontecendo. O Atlético tem a torcida mais apaixonada do Brasil”, completou.

 


Com a definição da lista nesta segunda-feira, o Atlético descartou a presença do atacante Clayton na fase de grupos da competição. O clube tenta a liberação do jogador junto ao Figueirense, mas não quis esperar a reunião para saber se contará com o reforço. A tendência é que a negociação se arraste pelos próximos dias.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.