quarta-feira, 21 de Outubro de 2015 09:36h Atualizado em 21 de Outubro de 2015 às 09:39h.

Tupi faz do 19 de outubro de 2015 um dia histórico

Um dia que ficará gravado para sempre na história do futebol de Juiz de Fora. Pela primeira vez, o Tupi conquistou vaga na Série B

Após disputar a competição em 1987 e 1989, como convidado, o Galo Carijó derrubou duas vezes o ASA-AL para se firmar entre os quatro melhores da Terceira Divisão. Jogando em Arapiraca, a equipe juiz-forana venceu a alagoana por 2 a 1, com gols de Kaio Wilker e Marco Goiano, e Uederson descontando para o ASA-AL. Na semifinal, o Alvinegro vai enfrentar o Londrina-PR.

No final da partida, o técnico carijó, Leston Jr., falou sobre a conquista do acesso. “Enfrentamos uma grande equipe. O ASA não tinha perdido aqui dentro e a gente conseguiu ganhar aqui. É uma trajetória que passou por muitos processos e se fortaleceu em cada um deles. Este grupo é merecedor, pois se colocou nesta condição desde o primeiro momento. Quando acertamos minha ida para o Tupi-MG, sempre falamos em acesso. Falo em planejamento, o clube conhecia a competição, eu também tive a oportunidade de disputar o acesso e perder para o CRB. Acho que o casamento deu certo. Grandes heróis são estes jogadores. Só quem vive o dia-a-dia deste grupo sabe o quanto ele é diferente. Um grupo que é capaz de abraçar um jogador como o Kaio Wilker. Um menino que em algum momento foi questionado. O grupo disse: ele que vai fazer o gol do acesso. Se você ver o como foi a comemoração, percebe o quanto este grupo queria que ele fosse premiado. Ele representa um grupo determinado, que não se intimida. Que veio à Arapiraca e conseguiu a vitória contra um grande time que é o ASA”.
O autor do primeiro gol da partida, o meia Kaio Wilker, falou sobre a emoção de marcar um gol tão importante. “Deus é fiel demais. Fiz um primeiro turno excepcional, fiz gols, dei assistências. Passei por um momento difícil, acabei sendo expulso, fiquei fora alguns jogos, mas no momento que mais precisei, o Senhor me honrou. Nos treinamentos, sempre procuro finalizar daquela forma. Hoje fui muito feliz, só tenho que agradecer. Esse gol dedico à minha família, porque realmente foram muitas lágrimas, e hoje, a gente consegue esse acesso”.
Agora, o Galo Carijó se prepara para os duelos das semifinais, o alvinegro enfrenta o Londrina, já neste próximo final de semana. O alvinegro aguarda a definição oficial sobre o horário e data da partida.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.