quinta-feira, 12 de Dezembro de 2013 05:29h Luciano Eurides

Tupi recebe o PEC na primeira final do juniores da LMDD

As equipes do Tupi de Carmo do Cajuru e Projeto Esportivo Candelária (PEC) fazem a primeira partida da final do juniores da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD) neste domingo às 10h30, no estádio José Marra da Silva em Carmo do Cajuru.
A equipe visitante, o Projeto Esportivo Candelária (PEC) é uma das mais novas da Liga e chega a segunda final neste ano de 2013. A categoria infantil é a vice-campeã, perdendo apenas para o Flamengo e Associação Atlética Danilo Passos, teve ainda o artilheiro da categoria. A equipe Juniores tem a chance de levar para o bairro Candelária o troféu e o caminho começa por Carmo do Cajuru. Amauri Reis treina a equipe na tarde de sábado e assim definirá o estilo de jogo a ser usado. A dúvida está em Caique, se ele começa ou não a partida. O PEC conta com o goleiro João Paulo, ex-Flamengo e Guarani. O volante Henrique que também fez partidas memoráveis pelo Palmeiras e Guarani. Adilson e Charlinho, outras revelações do Palmeiras. Revelação do time é o lateral esquerdo Gugu, boa marcação e sobe ao ataque sempre fechando pelo meio campo.
O Tupi de Carmo do Cajuru tem um elenco de alto nível, é uma seleção da região. O time conta com Ruan Coimbra, Guilherme Rosquinha e Pablo Ferreira todos com experiência profissional. Além de uma seleção de atletas regionais, o zagueiro Batata que foi destaque na Associação Atlética Danilo Passos, Fidel destaque do Corinthians do alto São José, Julio César (Juruba) destaque no Palmeiras. O problema da equipe é a falta de gols, os atacantes Diego Doidera e Tallys têm potencial reconhecido, mas a bola não entra, falta um pouco de sorte também. Para Doidera a bola vai entrar. “Caprichar um pouco mais naquele último detalhe, só isso”, garantiu. Até mesmo o banco de reserva da equipe é de luxo contando com Rodolpho, Lucas Rodrigues, Raul, Mateus Moreno, Tulio Ferreira e outros importantes atletas da região.
A expectativa é grande para essa primeira decisão, o campo é grande, há espaço para a bola rolar. No jogo de volta, no Caldeirão do Diabo, com espaço reduzido e o calor da torcida deverá ser decidido quem é o melhor time da categoria.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.