quinta-feira, 17 de Novembro de 2011 11:32h Dácio Fernandes

Tupi vence e abre vantagem contra o Santa Cruz

O Tupi saiu na frente na disputa do título da Série D do Campeonato Brasileiro. Diante de um público de mais de 14 mil pessoas no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, o time mineiro venceu o Santa Cruz por 1 a 0, neste domingo, e está a um empate de levantar o troféu pela primeira vez. O gol foi do artilheiro Ademilson, no primeiro tempo.

 

O Tupi será campeão com um empate no jogo da volta, no próximo domingo, no Arruda, no Recife. Já o Santa Cruz precisa ganhar por dois gols de diferença, para inverter a vantagem mineira e levantar o troféu diante de sua torcida. Se repetir o placar da primeira partida, a equipe pernambucana leva a decisão para os pênaltis. O estádio deverá receber grande público, com expectativa de mais de 60 mil pessoas para acompanhar a partida decisiva, já que o time Pernambuco é o campeão de público entre os cem times das quatro divisões do futebol brasileiro.

 

O jogo

 

O jogo foi estudado no primeiro tempo, com as duas equipes tomando precauções. Principalmente o Santa Cruz, que tinha como objetivo conquistar ao menos um empate, para decidir em casa, com a torcida toda a favor. O Tupi, por sua vez, teve mais iniciativa, mas demonstrou certo nervosismo em alguns momentos.

 

A marcação foi o ponto forte da partida, por isso as defesas levavam a melhor no duelo contra os atacantes. O Tupi, aos poucos, foi se soltando na partida. Mas não criou muitas chances. Vitinho e Allan desperdiçaram oportunidades para pôr o Galo na frente. Mas o artilheiro Ademilson não perdoou vacilo da defesa. Aos 42min, o experiente jogador recebeu livre na área e soltou uma bomba para as redes de Tiago Cardoso: 1 a 0.

 

No segundo tempo, a expectativa era que o Santa Cruz arriscasse mais. Porém, no início, o time de Recife se preocupou mais em não sofrer o segundo gol. Já o Tupi estava com mais volume de jogo, mas não conseguia as penetrações na área do adversário. O time de Recife cresceu depois da entrada de Renatinho, chegou a pressionar um pouco no fim, sem no entanto ser muito efetivo. O Galo Carijó se segurou na defesa e garantiu a importante vantagem para a decisão.

 

TUPI 1 x 0 SANTA CRUZ

 

Tupi
Rodrigo; Marquinho, Wesley Ladeira, Silvio e Michel; Assis, Marcel, Vitinho (Augusto) e Luciano Ratinho (Henrique); Allan e Ademilson
Técnico: Ricardo Drubscky

 

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Leandro Souza, André Oliveira, Jeovânio (Renatinho); Eduardo Arroz, Memo, Chicão, Weslley, Dutra; Flávio Caça Rato (Ludemar) e Fernando Gaúcho (Kiros)
Técnico: Zé Teodoro

 

Local: Estádio Mário Helênio, Juiz de Fora (MG)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa/SP)
Assistentes: Fábio Baesteiro e Alex Alexandrino (SP)
Gol: Ademilson, aos 42min do 1ºT
Cartões amarelos: Jeovânio e Weslley (SAN)
Renda: R$ 131.170
Público: 14.182 pagantes (14.726 presentes)
 

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.