sexta-feira, 4 de Novembro de 2011 14:58h Dácio Fernandes

UFC muda fórmula para tentar se firmar na TV aberta

As transmissões do UFC que terão início no Brasil pela TV aberta em 12 de novembro, fugiram do modelo tradicional adotado nos Estados Unidos. Afim de “educar” e conquistar novos adeptos da modalidade, serão exibidos os bastidores das lutas e entrevistas preliminares com os lutadores. A transmissão do combate pelo cinturão dos pesados entre Junior dos Santos o “Cigano” e Cain Velásquez terá a duração de uma hora e com uma série de inovações  é encarada como um marco para a franquia. A intenção dos dirigentes é romper todos os preconceitos ainda existentes em relação aos combates. Com isso, o UFC só exibirá a luta de Cigano ao vivo.


“Vamos mostrar como tudo funciona e será a primeira vez que fazemos isso. Vai ser um formato completamente diferente de tudo o que fizemos antes”, comentou o presidente do UFC, Dana White.


O protagonista brasileiro Junior dos Santos admitiu estar ansioso por isso e que este não é um combate comum.
“Tudo o que o UFC tem feito é maravilhoso. A ida para a TV aberta mostra que o esporte está evoluindo muito aqui. Esperei muito por essa luta e agora tenho a oportunidade de brigar pelo cinturão. É tudo o que eu poderia desejar”, ressaltou o catarinense.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.