quarta-feira, 8 de Maio de 2013 05:56h Luciano Eurides

Uma vitória e um empate no clássico Divinopolitano dentro da Taça Pará de Minas

O Flamengo do Mendes Mourão recebeu o Vasco da Gama do Afonso Pena pela Taça Pará de Minas de Futebol Mirim.

O Flamengo do Mendes Mourão recebeu o Vasco da Gama do Afonso Pena pela Taça Pará de Minas de Futebol Mirim. A partida válida pela oitava rodada reuniu os primeiros colocados da chave A. Serão jogos em três categorias, no 2003 houve um empate sem gols. O Vasco da Gama conseguiu importante vitória na categoria 2001 ao bater o Flamengo, dentro do Mendes Mourão, por 2x0. Os gols foram de Katatau e
Dudu. 

Na categoria 2002 o gol relâmpago da equipe Rubro Negra deu os pontos que o time precisava para pular, momentaneamente, a segunda colocação, ao lado do Vasco da Gama.
Na categoria 2001, o clássico começou muito igual e aos poucos o Vasco foi crescendo na partida e as oportunidades surgiam para as duas equipes e uma marcação especial era efetuada sobre Katatau, jogador que sempre atuou pelo Flamengo e agora veste a camisa cuzmaltina. Este foi o primeiro clássico dele com a camisa alvinegra. O gol saiu em uma situação onde o Vasco da Gama estava melhor em campo, com 12 minutos jogados no segundo tempo, o chute de fora da área e a bola sobrou para Kakatau empurrar para o fundo das redes. Aos 24, Dudu marcou o segundo gol do time visitante e obrigou o Flamengo a sair da marcação e partir para o ataque, gerando contra ataques. Com o resultado o Vasco da Gama se isola na liderança com 17 pontos e o Flamengo segue na segunda colocação com 14 pontos.

Na categoria 2002, logo no início da partida a bola foi para os pés de Zé Gabriel que ao estilo dele esperou a definição do goleiro e chutou forte para fazer 1x0. O Vasco da Gama teve a melhor oportunidade aos 17 minutos com um pênalti muito bem assinalado pela arbitragem. Na cobrança Ralf chutou a bola para fora e o time alvinegro se abateu. O Flamengo cresceu na partida porém perdeu inúmeros gols.
Na segunda etapa o Vasco da Gama voltou melhor, conseguiu sair da pressão flamenguista,  e até mesmo exerceu uma marcação adiantada e ofereceu perigo ao gol Rubro Negro. O crescimento cruzmaltino e algumas falhas defensivas davam ótimas oportunidades para o gol dos visitantes. O tempo passava e se tornava inimigo do Vasco da Gama. No último minuto uma oportunidade de ouro foi desperdiçada pelo ataque vascaíno e as torcidas se manifestavam freneticamente em favor dos times. O desespero cruzmaltino aumentou diante de uma cobrança de falta, todos os atletas dentro da área do

Flamengo, na cobrança o árbitro terminou o jogo para a comemoração vermelha e preta.
Detalhe importante da partida foi a escolha da ala direita Aninha para capitã da equipe. Ela vem a cada dia mostrando um melhor futebol e ainda sabe melhor que qualquer dos meninos a organizar o time e ganha o respeito dos companheiros de equipe e dos adversários.
Pela categoria 2002/2001 o Vasco da Gama teve uma grande oportunidade para abrir o placar, mas o atacante teve de correr muito e quando chegou na bola chutou cruzado e ela passou a direita do gol. O

Flamengo depois do susto passou a atacar mais, pressionar o Vasco no campo de defesa e a bola até chegava na área, mas a defesa sempre tirava a bola e o primeiro tempo terminou em 0x0. No segundo tempo, novamente o Vasco da Gama iniciou melhor o jogo e teve uma grande oportunidade, o atacante chegou na cara do gol e chutou para fora. Aos 11 minutos, o time do Afonso Pena até chegou ao gol, mas a arbitragem assinalava impedimento. As duas equipes de Divinópolis, na categoria 2003, lideram a Chave A com sete pontos cada.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.