Umberto Louzer diz “não” e é o terceiro técnico a se recusar a assumir o comando técnico do Cruzeiro.

Após negativas de Lisca e Felipão, Louzer desiste de acordo e continua como treinador da Chapecoense.

14 OUT 2020

Vitor Faria

 

            Umberto Louzer não vem mais para o Cruzeiro. Depois de negociar com o treinador que atualmente comanda a Chapecoense, o clube celeste ouviu a terceira negativa de um técnico após demitir Ney Franco.

            Em nota divulgada pelo clube catarinense, o treinador agradeceu o interesse dos mineiros pelo trabalho do técnico, mas disse que prefere cumprir o compromisso firmado entre a Chape e ele para levar os catarinenses de volta para a série A do Campeonato Brasileiro.

            O staff do treinador chegou a dar sinal positivo para o interesse do Cruzeiro. Para Louzer, assumir um clube como mo Cruzeiro e leva-lo de volta a primeira divisão poderia dar ao treinador uma melhor posição no cenário nacional. Porém pesou para o técnico o bom trabalho que ele está fazendo pelo clube de Santa Catarina, deixando a Chape na 3ª posição da série B.

            Após a negativa de Umberto Louzer, o Cruzeiro precisa tentar um “ plano D”, se quiser obter melhores resultados no campeonato, ou apostar em um técnico interino.

            A próxima partida do Cruzeiro está marcada para esta sexta-feira (16/10), às 21h30, contra o Juventude, no Mineirão, pela 16ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro.

A preparação da equipe para o jogo está sendo feita em Atibaia, no interior de São Paulo, de onde a delegação retornará na quinta-feira. O ex-zagueiro Célio Lúcio, que trabalha como auxiliar fixo na Toca, deve dirigir o Cruzeiro diante do time gaúcho.

 

 

Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.