terça-feira, 15 de Março de 2016 09:18h Atualizado em 15 de Março de 2016 às 11:00h. Luciano Eurides

Única saída para o Guarani é fazer valer o mando de campo

O Guarani de Divinópolis jogou fora de casa e, mais uma vez, foi derrotado. No último sábado, a Tombense fez o suficiente para vencer o Bugre por 2x1

O Guarani de Divinópolis jo¬gou fora de casa e, mais uma vez, foi derrotado. No último sábado, a Tombense fez o suficiente para vencer o Bugre por 2x1. O estádio Almeidão foi o palco para o duelo dos desesperados. O Bugre tem pela frente o Boa Esporte e Cal¬dense, ambos no Farião. Sai para enfrentar o Cruzeiro e, na última rodada, recebe o Villa Nova, em Divinópolis.
A situação do Guarani piora nos números. O time não pontuou fora de casa, em casa uma vitória e dois empates. Como o time é o lanterna da competição, ainda não conseguiu repetir a partida da estreia, diante do América Mineiro. Frente ao Tombense foi inferior tecnicamente durante todo o primeiro tempo. O time ainda errou na marcação, Conrado foi derrubado dentro da área e Doriva cobrou firme para abrir o marcador para o Tombense.

 

 

No segundo tempo, o Guarani partiu para cima em busca do em¬pate logo nos primeiros minutos, mas levou um susto com a finaliza¬ção no travessão de Paulo Otávio, aos 17 minutos. Pouco tempo mais tarde, o Bugre seria recompensado com Renan, que subiu bem após o cruzamento e empatou o jogo.
Disputada, a partida con¬tinuou com lances lá e cá, mas quando o jogo caminhava para a igualdade, o time anfitrião con¬seguiu o gol da vitória, que o tirou do rebaixamento. Aos 38 minutos, Wellington foi o responsável por recolocar o Tombense na frente e garantir a vitória. 2 a 1 placar final.

 

 


O ex-treinador Ricardo Leão aposta no calor da torcida e no conhecimento que o Guarani tem do estádio. Além da volta de Carlos Renato e Jhonatan Oliveira. “A equipe tem mostrado reação, é valente dentro de campo e conta¬mos com estes três jogos dentro de casa. Eu já estava preocupa¬do, com a derrota, a situação se complica mais um pouco. Vamos trabalhar, acreditar e ter fé para reverter a situação; o resultado mais justo seria o empate, pelo que o Tombense fez no primeiro tempo e o Guarani no segundo. A equipe mostrou a capacidade de enfren¬tamento, enfren¬tamento, nisso que acreditamos”, considerou.

 

 


Na avaliação o ex-treinador, considerou que o time jogou melhor no segundo tempo. “A equipe foi melhor, cresceu de produção, tivemos chances de virar o jogo, vou enaltecer sempre a entrega dos jogadores dentro de campo. Trabalhamos ao longo da semana, conversamos bastante, pedimos superação e muita força, infelizmente não foi o suficiente para sairmos pelo menos com um empate. Temos estes três jogos e vamos ter que elevar esse nível”, garantiu.

 

 


Para o ex-treinador, a equipe precisa da torcida e corrigir ra¬pidamente os erros. “Dá para se impor do início ao final, aumentar a intensidade e, especialmente, na marcação, conhecemos o campo, é o lugar onde treinamos todos os dias. Temos que seguir trabalhan¬do, não vamos errar sempre, uma vez vamos ter calma e qualidade para concluir a gol. O jogo era cru¬cial, a vitória é urgente e o time está chateado, como não poderia ser diferente, vamos ter uma conversa, a partir de segunda intensificar as ações em busca de uma vitória diante do Boa”, falou.

 

 

Para a partida contra o Boa Esporte, o Guarani terá a volta de Jhonatan Oliveira, ele cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Aguarda-se a recupe¬ração de Carlos Renato. Assim, a manutenção de Felipe Caldeira o meio seria o da vitória contra o América, ou mesmo a perma¬nência de Romário, este iniciou o último jogo. Ainda, Marcel vem crescendo muito dentro do time. Já Júnior Barros, não tem agradado a torcida e imprensa, o ex-treina¬dor tem saído em defesa do atleta, mas Rafinha aparece com muita força e pode ser a opção.
Perde o volante Renan pelo terceiro cartão amarelo. Para o lugar dele pode ser escolhido Denilson, ele já foi utilizado na ausência de Genalvo (joga por efeito suspensivo). Ainda como opção, tem Luís Gustavo, este tem treinado muitas vezes na equipe titular. Gustavo jogou con¬tra a URT e pode ser uma opção
Interessante.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.