sexta-feira, 7 de Outubro de 2011 13:42h Luciano Eurides

Vagner Mancini viu outro Cruzeiro no empate

Após o empate em 3 a 3 com o São Paulo, na noite da última quarta-feira, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico do Cruzeiro, Vágner Mancini, concedeu uma entrevista coletiva na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. O treinador fez uma análise daquilo que foi o jogo, cheio de alternâncias no placar, e também da postura dos jogadores da Raposa.


O treinador disse saber da qualidade do adversário e fez um balanço da partida. “A equipe foi muito bem no início do jogo, foi uma equipe no primeiro tempo que, embora tenha dado um pouco de chance no final, dominou as ações, fez 1 a 0 e teve até chance de fazer o segundo gol. Houve o pênalti, que todo mundo sabe que não foi. Infelizmente foi um erro grave do árbitro. No segundo tempo, não acho que nossa equipe tenha recuado. O São Paulo adiantou muito ao ataque. Nós tivemos certa dificuldade no setor de meio-campo por termos só dois jogadores de marcação, aos poucos o São Paulo foi empurrando a gente, chegou ao empate, fez o segundo gol, mas antes do empate nós tivemos uma grande chance em uma jogada do Vitor e o Farias teve a oportunidade de decretar o 2 a 0 e acabou não fazendo. Quando você dá oportunidade a uma equipe como o São Paulo, você vai ter mais dificuldades no jogo”, disse.


O comandante do Cruzeiro disse que o time dele voltou a ser uma equipe vibrante. “Com muita garra, que jogou futebol, chutou muito a gol, volto a dizer, até para valorizar o empate, que nós enfrentamos uma equipe muito forte. Se jogar dessa forma, se tiver o empenho, se tiver uma entrega da forma que houve, dificilmente vamos deixar escapar vitórias aqui dentro e até mesmo fora de casa”, comentou.


Tentar desenhar uma equipe com a cara do novo treinador será difícil. Ele alertou preparar uma estratégia em cada jogo. “Ás vezes, vamos ter que alterar a equipe em termos táticos, porque o adversário joga de uma forma diferente. Mas eu acho que o ímpeto, a vontade e a entrega têm que ser essa que foi demonstrada. O atleta, entrando em campo, independente daquilo que está sendo desenvolvido em termos táticos, tem a obrigação dessa entrega, porque, dessa forma, você acaba diminuindo certos erros, que hoje também foram vistos, mas acaba fazendo com que a gente supere algumas deficiências que ainda existem com determinação, dedicação, com entrega”, declarou.


Apesar de o Cruzeiro só voltar a atuar pelo Campeonato Brasileiro na próxima quarta-feira (dia 12), contra o Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador-BA, os jogadores do time celeste, que empatou em 3 a 3 com o São Paulo, na noite da última quarta-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, retomam as atividades já na tarde de ontem. Os atletas que enfrentaram o São Paulo realizaram atividades regenerativas e os demais jogadores participaram de um treino técnico. Hoje, haverá treino técnico às 15h30, no sábado, as atividades acontecerão em dois períodos, com treino físico às 9h30, e treino técnico às 15h30, e, no domingo, treino técnico às 9h30.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.