terça-feira, 18 de Fevereiro de 2014 04:37h

Valcke diz que Fifa não arcará com estruturas temporárias de estádios

A Fifa não arcará com gastos de estruturas temporárias em estádios da Copa do Mundo, disse nesta segunda-feira o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, depois que a questão gerou polêmica envolvendo o Internacional em Porto Alegre.

Dono do estádio gaúcho no Mundial, o clube afirmou na sexta-feira que não vai bancar as estruturas temporárias necessárias para as arenas durante a competição e disse que a presença do Beira-Rio no torneio estaria ameaçada.
"Sobre a pergunta se a Fifa vai pagar as estruturas temporárias, a resposta é não", disse o dirigente durante entrevista coletiva após vistoriar o Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.
Valcke estará em Porto Alegre na terça-feira para vistoriar o Beira-Rio, um dos cinco estádios que ainda precisa ser entregue para o Mundial, que começa em 12 de junho.
Questionado sobre as estruturas temporárias de acesso aos estádios e se isso poderia retirar algum deles da Copa do Mundo, o secretário-geral disse que não responderia "diretamente a pergunta". Mas que os "estádios não podem ficar sem essas estruturas".
"A Fifa não disse até agora se algum estádio está fora, a decisão sobre Curitiba será tomada amanhã, trabalhamos para que todos fiquem", afirmou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.