quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012 06:06h Luciano Eurides

Vasco da Gama está na final da IMEF

O Vasco começou e terminou mandando no jogo, mas não foi todo o tempo assim. Curiosamente a chuva, forte e rápida, não esfriou a cabeça dos jogadores e o clima somente esquentou ainda mais.

O Vasco da Gama de Divinópolis mais uma vez vai a grande final de uma das mais tradicionais competições da categoria de base de Minas Gerais. O time divinopolitano venceu o Ferroviário e está confirmado na grande final do campeonato do Instituto Mineiro de Escolinhas de Futebol (Imef). A partida marcada previamente para sábado, 8 de dezembro. O adversário é o Cefapi (Centro de Formação de Atletas Paulo Isidoro). A confirmação do local da grande final (Arena do Jacaré, Frimisa ou Campo do São Cristóvão), será feita durante a semana.

 


A partida iniciou-se com 20 minutos de atraso. O Ferroviário demorou a entrar em campo e mesmo depois de entrar aqueceu-se e rezou e enfim a partida deu-se início. O time de Divinópolis apresentava Daniel no lugar de Léo Ribeiro, este por suspensão, foi expulso diante do América de Lagoa Santa. Júnior Marçal como titular pelo lado esquerdo, assim foi Mateus Souza, atacante quem cedeu lugar, mexendo na estrutura ofensiva da equipe.

 


O Vasco da Gama começou e terminou mandando no jogo, mas não foi todo o tempo assim. Curiosamente a chuva, forte e rápida, não esfriou a cabeça dos jogadores e o clima somente esquentou ainda mais. O time de Divinópolis construiu um placar até bastante tranquilo, isso até o aguaceiro. Abriu o placar aos 10 minutos de jogo. João Pedro ampliou aos 23 e no segundo veio a precipitação atmosférica. O Vasco voltou alterado tecnicamente, Mateus Souza no lugar de Júnior Marçal e Higor no lugar de Bruno. Aos oito minutos João Pedro de cabeça e aos 13 Mateus fez 4x0.

 


A água vinha do céu e o Ferroviário era quem ganhava força. Um pênalti marcado para a equipe de Belo Horizonte e Igor cobrou rasteiro, no canto e diminuiu o marcador e ainda houve nova falha defensiva da equipe vascaína e o time da capital descontou, 4x2. O time ainda teve dois atletas expulsos: Diogo e Mateus Souza, mesmo número de jogadores excluídos do Ferroviário. Para o jogo de volta o treinador Gilmar poderá contar com o retorno de Léo Ribeiro e ainda utilizar atletas no 97, que foram eliminados ao perder para o Gol Brasil, também no sábado.

 


O atleta João Pedro, que sentiu fortes dores no pé e deixou o campo de jogo frente o América, disse estar no sacrifício. “Não treinei durante a semana, estou sentindo ainda, como está terminando é jogar no sacrifício, na dor, e vamos buscar o título. Conseguimos os 4x0, vei a chuva, ficamos apavorados e deu certo no final. Perdemos dois jogadores que vinham sendo titulares, nosso elenco é forte, vamos em busca da vitória”, garantiu.

 


Confiança também nas palavras do treinador Gilmar. “Perdemos o Diogo e o time desestruturou, desde o início do jogo esperava o jogador deles mais forte e alto, tipo um centroavante, perdi o marcador dele e o time deles tinha de sair, infelizmente tomamos dois gols. Perco dois jogadores e ganho dois (Léo Ribeiro e Igaratinga), devia ter tirado ele, não tirei, perdi um jogador importante. Aconteceu muita coisa, a expulsão, a chuva, o gol e final quem ganha é eles”, falou.

 


Para o lugar de Diogo a opção natural é Alan, ele entrou no time quando Diogo foi expulso, foi bem. Outras opções deverão ser testadas durante a semana nos treinos da equipe.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.