quinta-feira, 26 de Setembro de 2013 08:11h Luciano Eurides

Vasco da Gama não foi vítima fácil para o Cruzeiro

A diferença em estrutura de Cruzeiro e Vasco da Gama de Divinópolis foi superada pela dedicação e garra dos jogadores cruzmaltinos. Contando com uma seleção dos melhores do Estado de Minas Gerais o Cruzeiro venceu nas categorias 2001, 2002 e 2003, mas em

A diferença em estrutura de Cruzeiro e Vasco da Gama de Divinópolis foi superada pela dedicação e garra dos jogadores cruzmaltinos. Contando com uma seleção dos melhores do Estado de Minas Gerais o Cruzeiro venceu nas categorias 2001, 2002 e 2003, mas em todas um jogo bem disputado. As partidas foram jogadas no estádio Dr Sebastião Gomes Guimarães, na manhã do último sábado e válidos pelo Campeonato do Instituto Mineiro de Escolinhas de Futebol (IMef)

Na categoria 2002, o Cruzeiro venceu por 3x1. O time azul celeste abriu o placar aos oito minutos de jogo com José Gabriel, ele invadiu a área e esperou a definição do goleiro e fez 1x0 para o Cruzeiro. Aos 19 minutos, ainda da primeira etapa, Ruan recebeu pela esquerda e chutou forte fazendo 2x0. Aos 22, José Gabriel aproveitou a falha da defesa do Vasco da Gama e fez 3x0. No segundo tempo o time de Divinópolis conseguiu equilibrar o jogo e logo aos sete minutos foi marcado um pênalti para o time de Divinópolis, Gabriel Marilândia cobrou e diminuiu. Com o resultado a categoria 2002 segue com três pontos ganhos, cinco gols sofridos, no grupo três apenas atrás de Cruzeiro que tem seis pontos ganhos.
Na categoria 2003, o Cruzeiro abriu o placar aos sete minutos com Caio, ele chutou de fora da área depois de um belo drible curto, a estilo futsal e na primeira etapa ficou nisso. No segundo tempo o time divinopolitano tinha mais volume de jogo e aproveitava o momento para atacar, o time de Belo Horizonte conseguiu um contra ataque, Caio marcou o segundo dele no jogo. Já aos 21, Bruno marcou o terceiro gol decretando a vitória estrelada. O Vasco segue com três pontos ganhos, dois gols marcados e três sofridos. O Cruzeiro com seis pontos, 13 gols marcados e nenhum sofrido.
Na categoria 2001, o Cruzeiro venceu por 6x1, mas em dois tempos distintos. No primeiro o Cruzeiro abriu o placar aos dois minutos de jogo com Felipinho, ele acertou um belo chute de fora da área. Logo aos cinco, Gabriel chutou de fora da área e o goleiro aceitou e ficou 1x1. A defesa do Vasco da Gama, teve uma falha crucial e Maicon entrou com bola e tudo.
No segundo tempo as duas equipes fizeram muitas alterações, mas o Cruzeiro manteve a estatura e condição física, assim o nível não caiu na equipe cruzeirense. Aos dez minutos, bola bem trabalhada pelo Cruzeiro e Alexandre marcou o terceiro gol, aos 15, lançamento para Alexandre que na saída do goleiro fez 4x1, aos 20 confusão na área do Vasco da Gama e Bruno esticou a perna e tocou para dentro do gol. No final da partida Alexandre fez o último gol da vitória por 6x0.
Curiosamente o jogador divinopolitano Katatau, filho do Cizemando, joga pelo Vasco da Gama e nesta partida defendeu o Cruzeiro. “Primeiro jogo meu aqui dentro do Vasco pelo Cruzeiro e conseguimos sair com a vitória e queremos a classificação em primeiro no grupo, meus amigos jogam aqui, mas tenho de defender a camisa que visto”, falou o atleta.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.