quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013 10:04h Luciano Eurides

Vasco da Gama planeja evolução física dos atletas

A primeira etapa consistiu em medir a condição física de cada jogador, o percentual de gordura e a massa muscular os principais itens

A Associação Esportiva Vasco da Gama, de Divinópolis e na categoria 96 faz um trabalho de alto nível no planejamento e preparo para o Campeonato Mineiro a ser disputado na fase seletiva ainda nesse primeiro semestre no ano de 2013.
A primeira etapa consistiu em medir a condição física de cada jogador, o percentual de gordura e a massa muscular os principais itens. Nessa questão alguns foram reprovados. Na última terça-feira foi a vez dos testes físicos e com os resultados será possível saber as prioridades coletivas e individuais.
Lucas Tavares é o preparador físico da equipe e explicou o trabalho realizado. “Hoje iremos fazer o teste na posição horizontal, o teste de 20m40cm e também o ioiô teste e o objetivo é verificar como está o condicionamento físico dos jogadores e a partir deles programar as atividades específicas para determinado resultado. Se algum resultado ruim, iremos trabalhar em cima disso e os demais com bola e recreativo”, falou e esclareceu que cada atleta receberá um treinamento pela posição que ocupará dentro do esquema tático do treinador. “posteriormente iremos trabalhar isso, um lateral deverá trabalhar o tiro, o atacante a explosão, um preparo físico específico para cada posição”, ressaltou.
Nos primeiros testes alguns se revelaram acima do percentual de gordura ideal, para eles um trabalho nutricional já fora indicado, até mesmo como dever de casa. “Conversamos com ele para se cuidarem na alimentação e trabalhar um pouco mais, como uma corrida no final de semana e alguns cuidados com o corpo e atingirem o mesmo nível dos demais”, falou.
Mateus Souza foi reprovado no item de percentual de gordura, está alto e ganhou um dever de casa para não se atrasar no avanço das atividades. “Foi difícil, estava acima do peso e vou trabalhar para tentar perder essa gordura acumulada, houve uma orientação na alimentação, mais balanceada e as férias realmente comi de tudo e não ligava para nada”, disse e ressaltou o trabalho de alto nível realizado. “Importante para trabalharmos com velocidade e resistência física e foi a primeira vez que recebi um apoio desse nível”, declarou.
João Pedro foi o último a chegar, mas nem por isso perdeu a confiança. “Estava viajando com a família e o importante é que cheguei e estou pronto para os treinos e ir bem no Campeonato Mineiro, aqui em Divinópolis não ouvi falar de nada desse nível, nosso campeonato é muito importante e temos de ter um preparação forte e fisicamente chegarmos bem”, falou
No teste físico, ainda não computado de todos, teve Carlos Eduardo, o Dudu com um bom resultado no ioiô teste, ele tem o tempo e a distancia da passada.

Ioiô teste
O Ioiô teste é uma importante ferramenta para determinar o nível de aptidão individual do indivíduo e, sendo a aplicação do teste simples e rápido. Duas marcas são colocadas a uma distância de 20 metros entre uma e outra. O protocolo do teste é descrito e gravado (90 minutos). O atleta se desloca de uma marca a outra numa velocidade que é determinada pelo ritmo do sinal sonoro. A velocidade é regularmente aumentada a cada estágio, para que o indivíduo possa manter a velocidade até o final do teste. O final do teste dar-se-á pela fadiga do indivíduo ou, pela não complementação dos dois últimos estágios, ficando neste último caso registrado o último estágio completo. O resultado é determinado pela distância percorrida pelo atleta durante o teste e, consequentemente transformado em VO2 máx.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.