quarta-feira, 10 de Setembro de 2014 04:55h Atualizado em 10 de Setembro de 2014 às 04:59h.

Vasco da Gama vence uma final histórica na escolinha da LMDD

O elenco vascaíno nascido em 2001 comemorou na manhã deste domingo o título de campeão da categoria Escolinha da Liga Municipal de Desportos de Divinópolis (LMDD).

O time cruzmaltino venceu o Flamengo, no jogo de ida, por 2 a 1, perdeu no estádio Mendes Mourão por 1 a 0, gol de Leozinho. Na decisão por pênaltis a equipe do Afonso Pena teve 100% de aproveitamento e ficou com o título de campeão 2014.

O jogo foi muito igual, um primeiro tempo sem gols e o gol rubro-negro marcado no segundo tempo por Leozinho levou a decisão para os pênaltis. O Vasco da Gama contou, então, com uma ação bem treinada. O goleiro, Lucas Elias, mostrou maturidade e muito treinamento, entrou no clima de decisão e tentava sempre desviar a atenção dos batedores. Os jogadores vascaínos tiveram aproveitamento de 100%, sendo Pato, Farias, Lucas, Zoio e João Macaco. Já para o Flamengo marcaram Hugo, Talles e Guilherme. Leozinho, jogador importante da equipe, rubro-negra, com uma apresentação sensacional, teve a infelicidade de perder uma cobrança.


O atleta, Farias, capitão da equipe Vascaína, falou o quanto esse título foi sofrido e necessário. “Gostei demais desse troféu. Se deixar, eu levo ele para casa e foi fruto da nossa conquista e união. Perdemos alguns jogadores importantes e nosso grupo cresceu, foi uma pegada diferente, um grupo diferente e o mérito de todos e mais um para guardarmos com muito carinho. Um torneio muito difícil, torcida, pressão, e soubemos lidar com isso e temos de treinar e focar nos jogos para ganhar mais um. Estávamos precisando desse título, estamos lutando na guerra há muito tempo e conseguimos”, disse.

O goleiro, Lucas Elias, falou do treinamento e do momento especial que é a disputa por pênaltis. “Fazia treinamentos de goleiro com o Ronaldinho (Ronaldo Gontijo) do Guarani e me incentivou em uma possível decisão por pênaltis eu tentar desequilibrar o batedor e ter autoconfiança. O Marco Túlio também me incentivou muito e fez eu estar aqui. O grupo foi primordial. A disputa por pênaltis eu diria que é competência e autoconfiança. Antes das cobranças estava concentrado na responsabilidade da vitória e depois ainda não sei o que eu faço e onde vou, um sentimento muito bom”, garantiu.


A premiação teve Vasco da Gama campeão, Flamengo vice-campeão, Júlio César do Flamengo o goleiro menos vazado e Rondinelle do Flamengo o artilheiro com 20 gols marcados.

Crédito: Luciano Eurides

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.