quinta-feira, 7 de Novembro de 2013 08:52h

Versátil, Léo tem grandes atuações tanto na direita quanto na esquerda

Mineiro de Belo Horizonte e cruzeirense apaixonado desde garoto, o zagueiro Léo esteve em campo nas últimas sete partidas que o líder do Campeonato Brasileiro disputou, justamente na fase mais decisiva da competição. O jogador demonstrou grande entrosamen

Mineiro de Belo Horizonte e cruzeirense apaixonado desde garoto, o zagueiro Léo esteve em campo nas últimas sete partidas que o líder do Campeonato Brasileiro disputou, justamente na fase mais decisiva da competição. O jogador demonstrou grande entrosamento com Dedé e Bruno Rodrigo e, com seguras atuações, comprovou mais uma vez a qualidade e a homogeneidade do grupo de atletas do Cruzeiro.

 

“Trabalhei forte nos treinamentos e me empenhei ao máximo, como sempre, sabendo que a oportunidade ia aparecer. Graças a Deus estou fazendo bons jogos, boas partidas, mantendo a regularidade e é continuar assim para a gente poder conseguir o nosso objetivo, que é ser campeão”, afirmou.

 

O defensor, que tem facilidade de jogar em qualquer lado da defesa, se adapta às características de cada um de seus companheiros de zaga e diz não ter preferência por determinado setor do campo.

 

“Com o Bruno (Rodrigo), eu joguei pelo lado direito, e agora com o Dedé, eu jogo pela esquerda. A adaptação é rápida e começa nos treinamentos. Sempre procuro treinar pelos dois lados, fazer as duas funções, e isso é bom, dá versatilidade e te deixa sempre preparado”, disse ele.

 

“Independente do lado, na esquerda ou na direita, para mim tanto faz. Não tenho preferência, o bom mesmo é estar jogando”, concluiu.

 

Léo substituiu Dedé, que esteve a serviço da seleção brasileira, nas partidas contra Náutico, São Paulo, Atlético-MG e Fluminense, compondo a zaga com Bruno Rodrigo. No confronto seguinte do Cruzeiro, diante do Coritiba, entrou no lugar de Bruno Rodrigo, que sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda durante a partida, e passou a formar a dupla de zaga com Dedé, o que se repetiu nos dois próximos jogos, contra Criciúma e Santos.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.