terça-feira, 1 de Abril de 2014 05:16h

Vitória cruzeirense foi um treino de luxo

Com mais uma grande apresentação, o Cruzeiro venceu o Boa novamente na semifinal do Campeonato Mineiro, desta vez por 2 x 1, na tarde deste domingo, no Mineirão, e garantiu a classificação para a grande decisão da competição estadual.

Dagoberto, de pênalti, e Bruno Rodrigo, de cabeça, marcaram os gols do Cruzeiro, que começa a decidir o título mineiro no próximo final de semana. Mas, antes disso, terá a importante partida contra o Universidad de Chile, quinta-feira, às 20h45, no estádio Nacional, em Santiago, no Chile. O jogo vale pela 5ª rodada da segunda fase da Copa Libertadores da América.

O atacante Borges só havia disputado duas partidas neste ano, a vitória sobre a URT, por 1 x 0, no Mineirão, e o empate com a Caldense, em 0 x 0, em Poços de Caldas, quando teve uma lesão na coxa direita.

Recuperado da contusão, o atleta foi relacionado para o confronto deste domingo e entrou em campo no segundo tempo, em substituição a Júlio Baptista, que tem jogado improvisado como centroavante. “Fisicamente fiz muitos trabalhos, mas treinei pouco com o grupo. Comecei a treinar na terça com o grupo só, até entrar hoje, o que é gratificante para mim. Agora é pensar no jogo da Libertadores e, se o Marcelo (Oliveira) precisar de mim na quinta-feira, espero poder ajudar o time novamente”, afirmou ele, que comentou ainda sobre a importante vitória diante da equipe do Sul de Minas, que deu ao Cruzeiro a oportunidade de disputar mais uma final do Campeonato Mineiro. “A gente está fazendo um bom campeonato. Estamos na liderança, ficamos em primeiro lugar na primeira fase. Vencemos o Boa lá em Varginha e agora aqui no Mineirão. Agora só dependemos da gente, dois empates nos dão o título”.

Além da vaga para a decisão do Campeonato Mineiro, o comandante do atual campeão brasileiro destacou a importância da vitória sobre o Boa Esporte. “Nós encaminhamos a classificação lá em Varginha e precisávamos passar por esse jogo e, se possível produzindo bem, marcando forte, competindo muito, porque são situações que você vai vivenciar nos próximos jogos. São jogos decisivos, importantíssimos, e esse jogo, além da classificação, também era a preparação para as decisões que virão”, disse ele. “Agora é voltar a nossa atenção, todo mundo se cuidar, preparar bem, descansar, porque nós temos um jogo decisivo e temos consciência que podemos chegar lá (em Santiago, no Chile) e modificar essa situação em relação à Libertadores”, completou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.