quarta-feira, 2 de Novembro de 2011 15:25h Luciano Eurides

Vitória fez bem ao elenco atleticano

O grupo atleticano consegue hoje pensar em uma situação mais confortável no Campeonato Brasileiro. Matemáticos divulgam entre sete e dez por cento de chances do Galo cair para a série B. O treinador Cuca, otimista já pensa em Sul-Americana. Os jogadores André e Bernard acreditam que a fase ruim acabou.


André chegou ao Atlético muito badalado. A boa fase defendendo as cores do Santos, no ano passado, valorizou o jogador. O seu início com a camisa do Galo, no entanto, não foi dos melhores. Depois de pouco mais de três meses, o atacante, finalmente, começa a se destacar pelo Alvinegro.


Os números comprovam que o centroavante estava aquém de suas capacidades. Apenas quatro gols em 17 partidas demonstram que André não é nem sombra daquilo que era no clube da Vila Belmiro, onde fez 51 jogos e estufou as redes adversárias em 28 oportunidades.


Porém, nas duas últimas partidas pelo Galo, André reencontrou o bom futebol. O atacante marcou um gol na vitória contra o Fluminense e foi fundamental no triunfo diante do Palmeiras, ao dar um belo passe para o volante Fillipe Soutto balançar a rede de Deola.


O atacante viveu uma contusão e demorou a engrenar com a camisa do Atlético. Para André, a saída de Dorival Júnior foi maléfica. Contudo, o atleta garante que isso já é fato superado e que o técnico Cuca tem o ajudado muito nesta nova fase. “Quando eu cheguei, o Dorival Júnior, que trabalhou comigo no Santos, era o treinador. Infelizmente, por conta dos resultados ruins, ele acabou deixando a equipe. Aí veio o Cuca, que nunca tinha trabalhado comigo. Nesse momento, eu perdi toda a confiança. Mas o professor Cuca me deu oportunidade e me ajudou bastante também. Graças a Deus, agora, estou recuperando o meu bom futebol”, falou.


Para o jovem meia Bernard, a torcida alvinegra pode fazer a diferença diante do Tricolor Gaúcho. “Passamos grande parte do campeonato na zona do rebaixamento. Agora, demos uma tranquilizada. Estamos a quatro pontos do primeiro da zona do rebaixamento e teremos uma semana tranquila. Pensamos no Palmeiras, e agora tem que ser no Grêmio, que será de novo diante da nossa torcida”, comentou o jogador de apenas 19 anos.


Bernard ainda comentou o que espera do jogo frente ao time do técnico Celso Roth, no sábado. “A marcação pode ser forte, o time do Grêmio é pesado, marca muito em cima. Mas como sou pequeno, posso me movimentar bastante, o suficiente pra poder aparecer nas jogadas”, acredita.


O árbitro Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP) apitará o jogo entre Atlético e Grêmio, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será disputada às 19h do próximo sábado, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Herman BrunelVani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP) serão os auxiliares.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.