terça-feira, 28 de Junho de 2011 12:52h Luciano Eurides

Vitória muda o clima na Toca da Raposa

Depois de conquistar a primeira vitória nesta edição do Campeonato Brasileiro, o elenco do Cruzeiro pensa exclusivamente no seu próximo adversário, o Vasco. Os dois times se enfrentarão amanhã, às 19h30, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, pela 7ª rodada da competição e os jogadores do Melhor Clube Brasileiro do Século XX não abrem mão de vencer fora de casa para embalar no Nacional.


Aliviado pela quebra do jejum de vitórias, ao bater o Coritiba por 2 x 1 no último sábado, o lateral-esquerdo Diego Renan destaca que o time celeste está concentrado para alcançar seu objetivo de lutar pelo topo da tabela. Para ele, o triunfo conquistado nesse fim de semana foi providencial, mas foi apenas o primeiro de muitos que o Cruzeiro precisa para chegar onde merece.“Há cinco rodadas não vencíamos, então vencer o Coritiba tirou um pouco do peso, mas a responsabilidade é grande e tende só a aumentar. Sabemos que o Cruzeiro tem que brigar lá em cima e estamos tranquilos quanto a isso porque temos condições de brigar pelas primeiras posições”, disse.


O resultado positivo frente ao Coritiba foi valorizado pelo volante Leandro Guerreiro, que pontuou que dessa vez, a equipe conseguiu superar a ansiedade que a impediu de vencer outros jogos. Agora, o Cruzeiro vai com tudo para derrotar o Vasco e garantir uma vitória no domínio do adversário. “Dá mais confiança, porque a gente tirou aquela ansiedade de ganhar aquela primeira partida. Um fator negativo desses jogos foi a ansiedade. A gente estava ansioso para conseguir essa vitória, que conseguimos na estreia do Joel. A equipe vai com mais moral e confiança para poder enfrentar uma equipe grande como o Vasco, e tomara que a gente possa conseguir a primeira vitória fora de casa”, planejou.


Na opinião de Thiago Ribeiro, embora tenha que transpor muitos obstáculos, a Raposa terá a chance de se fortalecer ainda mais na competição, caso alcance a vitória sobre o Vasco. O atacante pondera as dificuldades de duelar contra outra equipe tradicional, na casa do adversário, mas ratifica que ganhando, o Cruzeiro poderá embalar de vez na disputa. “É sempre difícil jogar jogos grandes. Vamos ter a oportunidade de vencer uma grande equipe, que é o Vasco, que acabou de ser campeão da Copa do Brasil. Vamos aproveitar o embalo dessa primeira vitória para dar sequência, conseguir vencer fora de casa. Vai ser um jogo difícil, jogar no São Januário é sempre complicado, mas temos que procurar dar sequencia no trabalho, vencendo o Vasco, garantindo a segunda vitória e começar a deslanchar no campeonato”, frisou.



DIEGO RENAN


O lateral-esquerdo Diego Renan está muito próximo de completar a importante marca de 100 jogos pelo Cruzeiro. O jogador foi formado pelas categorias de base cinco estrelas, chegou ao time celeste com apenas 14 anos, foi promovido ao profissional em 2008 e de lá pra cá teve grande identificação com a camisa azul e branco e se firmou no elenco , confirmando a tradição estrelada de revelar talentos.

 

 

A primeira partida de Diego Renan no time principal do Cruzeiro foi em 27 de março de 2008, no empate em 1 x 1 contra o Ituiutaba, no estádio Fazendinha, casa do adversário, em jogo válido pelo Campeonato Mineiro daquele ano. O lateral já marcou sete gols pela equipe profissional da Raposa.


Diego Renan comemora o feito e aproveita para declarar sua satisfação em defender o Cruzeiro. Para ele, o alcance da marca de 100 jogos com a camisa azul ficará eternizado em sua carreira.“Estou muito feliz. Para mim, com certeza é uma honra vestir essa camisa e completar 100 jogos no Cruzeiro vai ficar marcado para sempre na minha vida e na minha carreira. Será muito importante para mim”, disse.


Ainda jovem, com 21 anos, Diego Renan já é uma referência para os atletas que estão nas equipes de base da Raposa e para aqueles que estão tendo a oportunidade de iniciar a carreira profissional no Cruzeiro, como o lateral-direito Gil Bahia, os meio campistas Éber e Élber, além do atacante Sebá. Diego é, sem dúvidas, fruto do excelente e reconhecido trabalho feito nas categorias de base celeste, que já revelou tantos outros craques. “Isso é bom, porque a gente sai da base e sabemos o quanto é difícil conquistar seu espaço em um time da grandeza do Cruzeiro. Quando chega ao profissional temos que aproveitar as oportunidades e graças a Deus eu tive chances, aproveitei e estou completando 100 jogos. É um orgulho servir de exemplo para essa garotada que está lá na Toca I ainda e os que estão chegando agora e eu fico muito honrado de vestir a camisa do Cruzeiro”, destacou.


Para o jogo comemorativo, Diego Renan quer ser presenteado com mais uma vitória que confirmará a arrancada do time azul e branco, rumo ao lugar mais alto da tabela do Campeonato Brasileiro. “Quero ser premiado com uma vitória. Estamos precisando vencer e espero que seja um jogo que possamos vencer e somar os três pontos”, aproveitou.


O lateral já conquistou três títulos estaduais com o time profissional do Cruzeiro, em 2008, 2009 e 2011, além de ser campeão brasileiro com a equipe júnior cinco estrelas em 2007.
 

vitoria, muda, clima, toca, raposa

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.