terça-feira, 4 de Setembro de 2012 10:37h Gazeta do Oeste

Wellington Paulista revela chateação com a reserva, mas entende opção de Roth

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro e reserva do Cruzeiro. É essa a situação de Wellington Paulista na equipe de Celso Roth. Apesar do atual status, WP9 conseguiu deixar sua marca nas últimas duas partidas e chegou aos nove gols na competição nacional. O atacante revela chateação por estar no banco, mas entende a opção do técnico pelo companheiro Borges.

“Eu estou vivendo grande fase este ano, um grande momento. Fico chateado pelo meu momento. No ano passado, quando o Mancini me tirou por dois jogos, não fiquei chateado, mas trabalhei para voltar à equipe. Fiquei muito chateado do que no ano passado, porque, este ano, eu tenho uma média de gols muito boa, 26 gols em 29 jogos. Fiquei chateado, mas entendo a opção do treinador”, comentou o centroavante, que já balançou as redes 80 vezes em 150 partidas com a camisa estrelada.

Com nove gols marcados, Wellington Paulista ocupa a vice-artilharia do Brasileirão, ao lado de Alecsandro. Vagner Love, Fred e Luis Fabiano são os principais goleadores da competição, com apenas um gol a mais que o cruzeirense. Borges vem logo abaixo da lista, com sete gols até o momento. Além de sua tradicional característica, Paulista comenta sobre suas novas funções na equipe.

“Nos dois últimos jogos (Atlético-GO e Náutico), eu consegui entrar muito bem, marcar gols e ajudar meus companheiros com passes e na marcação. Se for entre os onze ou no segundo tempo, eu tenho que entrar atento, para que a gente possa sempre buscar o melhor para o Cruzeiro”, afirmou. 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.