quinta-feira, 6 de Novembro de 2014 07:32h

1º Concurso de Ideias vai ouvir servidor para implantar mudanças administrativas na Prefeitura de Mateus Leme

Melhores práticas serão premiadas para se tornarem novas ferramentas de trabalho e dinamizar atendimento ao cidadão

A Prefeitura de Mateus Leme vai ouvir o servidor público para implantar novas estratégicas de gestão e oferecer serviços mais ágeis, de qualidade e com menos burocracia para a sociedade. A partir de 2015 pelo menos três novas ideias devem fazer parte do cotidiano da administração municipal com a inclusão de práticas sugeridas pelos servidores para dar mais dinâmica ao funcionamento dos diferentes setores do governo.

Os conceitos serão apresentados e escolhidos a partir do “1º Concurso de Ideias” realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Administração. Pioneiro em Mateus Leme, o concurso tem o objetivo de estimular os servidores a opinarem sobre novas e mais modernas ferramentas de gestão que podem ser implantadas pela Prefeitura nas suas mais variadas áreas de atuação. “A modernização da gestão pública passa pelo diálogo e é isso que propomos com este projeto. A Prefeitura quer ouvir o servidor e deixá-lo à vontade para propor melhorias que vão contribuir para o desenvolvimento das funções administrativas”, salientou o secretário municipal de administração, Marcus Júnior Diniz.

Ainda segundo ele, após a análise das ideias inscritas, as três melhores serão premiadas para a possível implantação a partir de janeiro. “As ideias vão sair do papel com a criação de um cronograma para execução dos projetos que forem mais bem avaliados pelo Executivo”, garantiu Marcus Júnior.

Uma comissão será constituída para avaliar e pontuar todas as propostas inscritas. A ideia vencedora do concurso será premiada com uma viagem no valor de R$ 1.200,00 para qualquer lugar do Brasil e com direito a um acompanhante. O autor da ideia também receberá um certificado. Para o segundo melhor classificado o prêmio será uma televisão LED 24 polegadas. Em terceiro lugar, a Prefeitura vai premiar com um pen drive com capacidade de armazenamento de 8 gigabytes. “Os prêmios foram doados pelas empresas TravelTur Viagens e FS Construtora e não vão onerar os cofres públicos, além de ser uma maneira de valorizar as boas ideias que podem ser implantadas na administração municipal”, acrescentou Marcus Júnior Diniz.

Podem participar do concurso todos os servidores municipais de Mateus Leme, em pleno exercício de suas atividades, independente de serem efetivos, comissionados ou estagiários. “A única ressalva imposta pelo regulamento é quanto a participação dos secretários municipais e dos servidores que farão parte da comissão julgadora das ideias”, explicou Marcus Júnior.

Para o prefeito Marlon Guimarães, este é um momento oportuno para a realização do concurso. “No momento em que a Prefeitura está organizando para apresentar as propostas financeiras e de governo para o ano de 2015, o Concurso de Ideias nos permite incluir conceitos novos na administração pública e, nesse sentido ampliar o canal de comunicação que existe entre o Executivo e o servidor”, afirmou.

“Esse é mais um importante passo que a Prefeitura de Mateus Leme dá em direção ao futuro ao planejamento de suas ações. O concurso será um marco para a administração, não só do ponto de vista de valorização dos servidores, mas também sob olhar social, por que as melhorias implantadas na gestão públicas poderão ser percebidas por todos os cidadãos”, completou o prefeito.

A inscrição é gratuita, individual e deverá ser realizadas até o dia 05 de dezembro por meio de formulários que estão disponíveis na Secretaria Municipal de Administração e no setor de Protocolos, ambos na sede da Prefeitura, no centro. E, conforme o regulamento, nesse primeiro Concurso de Ideia cada servidor poderá inscrever até três práticas. A divulgação do resultado e a premiação estão marcadas para o dia 17 de dezembro, no aniversário de Mateus Leme.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.