quarta-feira, 8 de Outubro de 2014 08:22h Cláudia Sanz

A produção industrial de Minas Gerais apresentou variação de 0,1% em agosto

É a primeira vez que o evento acontece na América do Sul

A cidade de São Paulo recebe, nos dias 9 e 10 de outubro, o Congresso Mundial de Turismo Social, sob o tema “Turismo e Desenvolvimento: Unidade na Diversidade”. O encontro deve reunir representantes de pelo menos 20 países e será realizado na sede do Sesc Consolação. O ministro do Turismo, Vinicius Lages confirmou participação na abertura do evento, nesta quinta-feira (9), a partir das 10h30, no Teatro Anchieta, no Sesc Consolação, em São Paulo.

Durante dois dias, serão realizados painéis e discussões em quatro linhas de reflexão: turismo e inclusão social; turismo e educação; turismo solidário; turismo e sustentabilidade. As sessões devem apresentar um panorama diversificado do desenvolvimento do turismo nos cinco continentes, com debates sobre o direito de viagens e turismo e a convergência de culturas.

Para o ministro do Turismo, Vinicius Lages, o congresso é uma excelente oportunidade para se debater questões essenciais que movem o setor e apresentar a experiência do Brasil, país “onde a melhoria de renda das famílias garantiu a ascensão de metade da população a uma nova condição econômica. Isso possibilitou a inclusão do turismo na sua cesta de consumo”, analisa.

Em recente evento sobre o Dia Mundial do Turismo, o ministro falou sobre o tema instituído pela Organização Mundial de Turismo (OMT) para comemorar a data este ano: Turismo e o Desenvolvimento Comunitário. Ele afirmou que o turismo estimula o desenvolvimento comunitário à medida que cria condições para novos empregos, em atividades e serviços que são característicos do turismo, promovendo o incremento econômico e a melhoria de vida da população local. “A qualificação profissional e a oferta de serviço é fundamental para o desenvolvimento de novos nichos de negócio”, afirmou.

O EVENTO
O Congresso de Turismo Social é realizado a cada dois anos pela Organização Internacional do Turismo Social (OITS), e, no Brasil, está sendo organizado pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), um dos membros mais antigos da OITS nas Américas. É a primeira vez que um país sul-americano sedia o encontro que busca aprofundar o diálogo a respeito do turismo como agente no desenvolvimento social. “O congresso pretende discutir como o turismo pode ser um fator de desenvolvimento, contando com o olhar particular de seus atores", disse Jean-Marc Mignon, presidente da OITS.

O Sesc busca ampliar o acesso às atividades turísticas para todas as camadas da população, democratizando seu alcance. Em 2013, aproximadamente 113 mil pessoas foram atendidas pelos 816 roteiros que a instituição oferece em todo o país.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.