segunda-feira, 6 de Maio de 2013 11:32h Estado de Minas

Acidentes deixam 10 mortos nas estradas que cortam Minas Gerais

Pelo menos 10 pessoas morreram desde o início da madrugada deste domingo em acidentes nas estradas que cortam Minas Gerais em diferentes regiões do estado.

Pelo menos 10 pessoas morreram desde o início da madrugada deste domingo em acidentes nas estradas que cortam Minas Gerais em diferentes regiões do estado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas morreram em uma batida envolvendo dois carros de passeio em Paraisópolis, no Sul de Minas. O Celta placa DOO-3562, daquele município, e o Monza placa BSI-0134, de Conceição dos Outros, se acidentaram no km 31 da MG-173. Uma equipe dos bombeiros de Itajubá foi encaminhada ao local às 2h30 para atender a ocorrência. Na rodovia, eles isolaram o local e retiraram os mortos, todos ocupantes do Celta, das ferragens. As vítimas foram identificadas como Paulo Henrique de Morais, de 21 anos, Guilherme Santos Ferreira, de 19, e Marcelo José dos Santos, de 30 anos. As vítimas feridas, ainda sem identificação, foram socorridas por populares.

Em Gurinhatã, no Triângulo Mineiro, um homem morreu em uma capotagem por volta das 3h na MG-461. Cícero Aldery Leite Ferreira, de 53 anos, dirigia a caminhonete placa CXH-5535, de Fernandópolis (SP). No veículo também estavam Diego Oliveira da Silva, de 18 anos, e Daniela Reginal de Oliveira, de 28. Na altura do km 02, o veículo capotou. O motorista ficou preso às ferragens e morreu no local. Os jovens foram socorridos para o Pronto-Socorro de Gurinhatã.

Em Montalvânia, no Norte de Minas, a batida envolvendo o Uno placa EBK-0738, de Manga, e o Focus HCL-8989, de Belo Horizonte, deixou três mortos e sete feridos. Bombeiros de Montes Claros foram acionados às 4h30 para atender o acidente no km 72 da BR-135. No primeiro veículo morreram Elismar Neres de Almeida, de 18 anos, Lucas Fernandes de Morais, de 19, e uma mulher ainda não identificada. O quarto ocupante do veículo sobreviveu. Entre os feridos estão Jaqueline da Silva Santana de 14 anos, Tailde da Mota Ribeiro, de 38, Layla Patrícia Neves Lima, de 24, e Vanderlei Vieira Lima de 38 anos. Outras três pessoas, ainda sem identificação, que foram socorridas por populares. As vítimas identificadas foram levadas para o Pronto Socorro de Montalvânia.

No início da manhã, militares do Corpo de Bombeiros de Teófilo Otoni foram acionados após uma colisão frontal envolvendo um carro de passeio e uma carreta na BR-116 em Caraí, no Vale do Jequitinhonha. Laurinaldo Tranquilino Barbosa, de 56 anos, e Ieda Araújo do Nascimento, de 62 anos estavam no Pálio placa DRT-1525 de Praia Grande (SP) e morreram no local. O condutor da carreta CUA-0571 de Itapevi (SP), não se feriu.

Em Pompéu, Região Central de Minas, uma pessoa morreu em outra batida envolvendo um carro de passeio e uma carreta pela manhã. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Sete Lagoas, um Vectra bateu de frente com um veículo de carga no km 413 da BR-040. A ultrapassagem é proibida no local, onde há uma curva sinuosa. A polícia acredita que a batida tenha acontecido após uma tentativa de ultrapassagem feita pelo motorista do Vectra.

O homem morreu no local e o outro ocupante do veículo ficou ferido. As vítimas ainda não foram identificadas e a perícia está no local. A pista no sentido Belo Horizonte-Brasília está parcialmente interditada, mas não há registro de congestionamento. Já em Ribeirão das Neves, na Grande BH, o trânsito na BR-040 está fechado nos dois sentidos no km 507 para o transporte de fios de alta tensão. A previsão para a liberação da via é de 30 minutos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.