domingo, 3 de Julho de 2011 09:10h Agência Brasil

Aécio diz que Itamar deixa um grande vácuo de saudade e admiração

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) lembrou hoje a perda de seu pai, o ex-deputado Aécio Cunha, no fim do ano passado, ao manifestar pesar pela morte do ex-presidente e senador Itamar Franco (PPS-MG). “Eu me despedi de meu pai no final do ano passado e me despeço de Itamar agora. E não posso deixar de lamentar, com grande tristeza, profunda e intimamente, como filho e cidadão, as perdas que Minas vem sofrendo”, disse ele.

 

 

Em nota, Aécio Neves afirma que Itamar deixa atrás de si um imenso vácuo de saudade e admiração. “Foi um homem excepcional e singular naquilo que é tão precioso e tão raro na vida pública: a fidelidade aos seus princípios e convicções.”

 

“Nunca foi omisso e, no exercício da Presidência e do governo, honrou as melhores tradições de Minas, sendo implacável na defesa do interesse público. Os mineiros, em toda a sua sabedoria, prestaram a Itamar, sem saber que seria a última, uma homenagem que teve para ele um significado muito especial”, acrescentou. Aécio se referia à eleição de Itamar para o Senado, em outubro do ano passado.

 

 

O ex-governador, que participou da última campanha para o Senado ao lado de Itamar Franco, afirmou que, ao elegê-lo de novo para o Senado, Minas manifestou a ele todo seu reconhecimento e respeito, "permitindo que ele vivesse um momento de especial importância na sua vida”. Para Aécio, nos poucos meses em que exerceu o mandato, "iluminou" o Senado.

 

"Nesses poucos meses, graças aos mineiros, o Brasil se lembrou do valor de Itamar. Para mim, pessoalmente, trata-se de uma perda irreparável. Mantive com Itamar, ao longo dos últimos dez anos, uma convivência próxima e amiga”, ressaltou.

 

 

Aécio lembrou, por fim, ter sido testemunha do incansável trabalho de Itamar Franco por Minas, bem como de sua lealdade. “Poucos homens honraram a vida pública com tanta bravura. Ele costumava dizer que tinha por mim um afeto paternal”, concluiu o senador tucano.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.