sexta-feira, 19 de Outubro de 2012 08:33h Gazeta do Oeste

Aécio e Eduardo Campos juntos em campanha no Triângulo Mineiro

Dois possíveis candidatos à Presidência da República em 2014, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), participam juntos hoje pela primeira vez da campanha de um candidato apoiado por ambos nas eleições municipais 2012. O pedido conjunto de votos será em Uberaba, no Triângulo Mineiro, para o deputado estadual Antônio Lerin (PSB), que disputa o segundo turno na cidade contra o deputado federal Paulo Piau (PMDB).

 

A viagem a Uberaba tem ingredientes para trazer alguma fervura à eleição presidencial em 2014. O PSB é um dos principais partidos aliados do Palácio do Planalto, mas Campos e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estremeceram as relações entre as duas legendas ao não fecharem acordo para candidatura comum em Recife. O governador apoiou Geraldo Júlio, que venceu a eleição, enquanto o partido de Lula preferiu Humberto Costa (PT), que ficou em terceiro lugar na disputa.

 

Campos e Aécio tiveram a chance de aparecer juntos também em Belo Horizonte, onde o senador, em aliança idêntica, apoiou um candidato do PSB, o prefeito Marcio Lacerda, que se reelegeu. O governador de Pernambuco, no entanto, não esteve na capital.

 

O presidente estadual do PSDB, deputado federal Marcus Pestana, acredita que o encontro dos dois presidenciáveis em Uberaba fortalece ambos nas articulações para a disputa pelo governo federal em 2014. “É o quadro político nacional fugindo dessa lógica totalitária, de hegemonia única de um partido só”, afirmou, se referindo ao PT. “É um sinal de que o PSB, como já disse o próprio Eduardo Campos, não será uma sublegenda do Partido dos Trabalhadores em 2014”, avaliou. Segundo Pestana, Aécio partirá de São Paulo, e Campos do Recife para a campanha em Uberaba, que está prevista para começar às 16h30 com uma caminhada no chamado Calçadão, na Região Central de Uberaba.

 

O vice-presidente estadual do PT em Minas Gerais, o deputado federal Miguel Correa Júnior, não vê significado algum no encontro entre Campos e Aécio além da união comum entre partidos para disputas locais. “O governador de Pernambuco já disse que é aliado do PT”, afirmou.

 

O articulador da visita de Campos e Aécio a Uberaba hoje foi o deputado federal Marcos Montes (PSD). “A ideia era os dois virem a Uberaba, então fizemos uma montagem para que viessem juntos”, contou o parlamentar. Além da caminhada pelo Centro de Uberaba, o governador de Pernambuco e o senador terão um encontro fechado com militantes provavelmente no auditório da Associação Comercial da cidade. Marcos Montes, ex-DEM, foi o responsável também pelo encontro no ano passado entre o senador Aécio Neves, a então estrela do PSD, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e o ex-presidente nacional do DEM Jorge Bornhausen.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EM
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.