sábado, 25 de Abril de 2015 05:37h

ALMG debate situação de moradores da Colônia Santa Izabel

Audiência pública será realizada em conjunto pelas comissões de Saúde e de Direitos Humanos

A Colônia Santa Izabel, localizada no município de Betim (RMBH), será tema de audiência pública na próxima quinta-feira (30/4/15), às 9 horas, no Teatro da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O requerimento para realização da reunião é de autoria do deputado Durval Ângelo (PT), e seu principal objetivo é debater as carências da instituição, as demandas e reivindicações dos moradores e pacientes que vivem no local. A reunião é uma ação conjunta das comissões de Saúde e Direitos Humanos.

Inaugurada na década de 30, a Colônia surgiu com a criação da Casa de Saúde Santa Izabel, centro especializado no tratamento da hanseníase. Segundo informações da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), o início das atividades da instituição foi marcado pelo isolamento dos pacientes assistidos e pela rígida vigilância. O tratamento, posteriormente, foi humanizado, e hoje a Casa de Saúde, além de tratar a hanseníase, oferece atendimento ambulatorial nas especialidades de dermatologia, oftalmologia, cardiologia, ortopedia, ginecologia, odontologia e cirurgia geral e plástica. A instituição faz parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraopeba (Cismep), uma parceria entre 27 municípios mineiros.

Convidados – Estão convidados a participar da reunião o secretário de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda; o prefeito municipal de Betim, Carlaile de Jesus Pedrosa; o presidente da Câmara Municipal de Betim, Marcos Antônio da Paz; a coordenadora-geral de Hanseníase e Doenças em Eliminação da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Rosa Castália França Ribeiro Soares; o presidente da Fhemig, Jorge Raimundo Nahas; o coordenador nacional do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (Morhan), Artur Custódio Moreira de Souza; o diretor administrativo do Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde), Zilar Fernandes Almeida; e a diretora e ativista dos direitos humanos da Associação Sindical dos Trabalhadores em Hospitais de Minas Gerais (Asthemg), Mônica Fernandes Abreu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.