sábado, 1 de Outubro de 2011 16:08h Flávia Brandão

ALMG realiza encontro regional em Divinópolis para debater Pobreza e Desigualdade

Vinte e três municípios da região Centro-Oeste estiveram presentes

Divinópolis foi sede, ontem (30), do nono encontro regional do “Seminário Legislativo Pobreza e Desigualdade”. O evento promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) com parceria de mais 80 entidades foi espaço para discussão e propostas de soluções para a redução da pobreza e desigualdade em Minas Gerais. Cerca de 300 pessoas estiveram presentes no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA) somando um total de 23 municípios da região que debateram a questão na Região Centro-Oeste.
O presidente da ALMG, Dinis Pinheiro (PSDB), abriu o encontro, e junto a ele  compuseram a mesa: o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), o presidente da Câmara Municipal, Pastor Paulo César, os deputados - André Quintão (PT), Fabiano Tolentino (PSD), Luzia Ferreira (PPS), Luiz Henrique (PSDB) - a defensora pública, Rita de Cássia, e Comandante da 7ª Região da Polícia Militar, Coronel Eduardo Campos.
A proposta da ALMG consiste em promover 10 encontros regionais de modo a identificar as principais questões relacionadas com a pobreza e desigualdades no Estado. Concluídos os encontros, nos dias 24 a 26 de outubro, será promovida a etapa final, em Belo Horizonte, com a presença dos representantes eleitos nas regiões, sendo então elaborado um documento final contendo as propostas aprovadas. Esse documento finalizado será então base para desenvolvimento de ações do Legislativo mineiro com foco na erradicação da pobreza. Há também o propósito de incorporar essas propostas ao Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI) e ao Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG), e assim, transformá-las em políticas e ações de Governo.
Envolvimento
O presidente da ALMG, Dinis Pinheiro, destacou o envolvimento de todos os mineiros em torno da temática e a contribuição com importantes propostas. “Dessa forma que o parlamento de Minas vai cumprir sua responsabilidade no desenvolvimento do Estado. É muito bom que todos os mineiros e as mineiras estejam sensibilizados para que possamos erradicar de uma vez por todas a pobreza e miséria em Minas Gerais”, declarou. 
O prefeito Vladimir Azevedo ressaltou o fato de Divinópolis sediar o grande debate. “Divinópolis é uma cidade pólo e aqui irradia esses grandes debates do Brasil e de Minas Gerais. Na semana passada, tivemos o debate nacional sobre Gestão Pública com Associação Brasileira de Municípios. Hoje, recebemos a ALMG, o presidente Dinis Pinheiro, vários deputados sendo recepcionados por mim, pelo Tolentino e a Luzia. É um debate importante porque a pobreza e miséria é um grande desafio de todos nós”, declarou.  


Os deputados da região Fabiano Tolentino (PSD) e Luzia Ferreira (PPS) também destacaram a importância do seminário, já que o mesmo traz a ALMG para o interior do estado, podendo assim identificar de perto os problemas de cada região. Além disso, ressaltaram a importância da união do Governo Federal, Estadual e Municipal em prol da erradicação da pobreza. 


Centro Oeste


O deputado André Quintão (PT) - presidente da Comissão de Participação Popular, e o  autor do requerimento para a realização do Ciclo de Debates para analisar estratégias para a superação da pobreza - destacou o apoio dos movimentos sociais e profissionais para realização do Seminário.  Até o momento, segundo ele, os encontros reuniram mais de 3000 mil pessoas, em oito regiões de Minas Gerais, em um total de 250 municípios. No Centro Oeste, ele destacou que existem bons indicadores econômicos, mas ainda restam 88 mil pessoas em situação de pobreza e em pobreza extrema mais de 20 mil pessoas. “Ë muito importante, que principalmente através dos Centros de Referência em Assistências Social, os CRAS, a gente possa realizar essa busca ativa, identificando quem são essas pessoas e traçar estratégias”, salientou.


Programação


No encontro, durante a parte da manhã, os participantes assistiram uma palestra sobre a dimensão da pobreza e o contexto socioeconômico da região Centro-Oeste. Logo após, dois grupos de trabalho se reuniram em torno de dois eixos de discussão: “Desenvolvimento Social” e “Desenvolvimento Econômico Sustentável”. Entre os temas debatidos estavam: “A Promoção e Proteção Social”; “Educação”; “Saúde e Cultura”; “Promoção do trabalho”; “Infra-estrutura e Tecnologia”. À tarde os grupos apresentaram o relato de suas discussões e indicaram os representantes regionais, que estarão presentes na etapa final em Belo Horizonte, em outubro.


Além de Divinópolis, estiveram presentes representantes das cidades: Pará de Minas, Medeiros, Itapecerica, Itaúna, Pequi, Papagaios, Carmo Cajuru, Passa Tempo, Arcos, Pitangui, Carmópolis de Minas, Nova Serrana, Conceição do Pará, Araújos, Lagoa da Prata, Claudio, Candeias, Bom Despacho, Martinho Campos, Bambuí, Florestal e Aguanil.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.