sexta-feira, 27 de Maio de 2016 13:45h Agência Brasil

Antônio Andrade se reúne com produtores rurais em Patos de Minas

Vice-governador participou de encontro técnico e destacou força do agronegócio mineiro

O vice-governador Antônio Andrade participou na última  quarta-feira (25/05) do 1° Encontro do Produtor Técnico Rural em Patos de Minas, no Território Noroeste. O evento, organizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), reuniu, no Campo Experimental Sertãozinho, proprietários rurais. Andrade assinou documento para o lançamento da Prova de Ganho de Peso do Nelore (PGP), que vai gerar novas linhas de pesquisa para atender demandas da pecuária na região. O programa vai selecionar os melhores animais em desempenho genético.

O vice-governador de Minas Gerais aproveitou a presença de produtores rurais e lideranças locais para destacar o papel do agronegócio na economia mineira. “A atividade agropecuária é importantíssima. Basta ver que 40% do PIB mineiro vem do agronegócio. Somos o maior produtor de café do país, o maior produtor de leite, somos um grande produtor de carne, tendo aqui o maior rebanho bovino e assim é com várias outras atividades”, afirmou.

 

 

 

Andrade ressaltou o papel do Campo Experimental Sertãozinho, de desenvolvimento das atividades agropecuárias da região. “Essa fazenda esteve desativada por muitos anos e nós queremos mostrar ao produtor que aqui fazemos o melhor. Os produtores têm que ver essa fazenda como um grande centro tecnológico e não usufruir somente da tecnologia que o setor privado produz”, afirmou.

Durante o encontro ocorreu, ainda, a feira do Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino do Estado de Minas Gerais (Pró-Genética/Pró-Fêmeas), com vendas de animais da raça zebu. O programa disponibilizou dez touros nelores, puro sangue, com alto valor genético, de pecuaristas da região, além de dois touros e sete vacas gir leiteiro.

 

 

 

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz Reis Filho, acompanhou o vice-governador durante a reunião e deu boas notícias aos produtores locais sobre os rumos do agronegócio no Estado. “No ano passado, o agronegócio cresceu 1%. Parece pouco, mas temos que lembrar que, em 2014, o setor tinha diminuído 6,3%. E o melhor: os estudos que nós temos indicam que vamos crescer novamente. São notícias positivas para o produtor rural e para o Governo do Estado”, afirmou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.